210 mil carros devem ser fabricados pela Hyundai por ano

De olho na perspectiva de crescimento do mercado automotivo brasileiro em 2019 e nos expressivos números de vendas de seus modelos nacionais (linha HB20 e Creta), a montadora sul-coreana Hyundai anunciou um aumento de 30.000 carros produzidos por ano em sua fábrica em Piracicaba.

Notícias
12 meses atrás
210 mil carros devem ser fabricados pela Hyundai por ano

Com esta estratégia, a Hyundai planeja notoriamente atingir um patamar maior ainda com seus veículos que, constantemente, estão na lista dos mais vendidos de suas respectivas categorias.

Hyundai Brasil e a fábrica

A história da Hyundai não começou bem em território brasileiro, sendo que a marca tinha seus modelos rejeitados pelo público por conta de seu design exótica à época e a má-fama que a mesma adquiriu em seus primeiros anos por aqui.

Mas este cenário mudou completamente na metade da década passada com a chegada do marcante SUV Tucson, que rapidamente chamou atenção pelo seu belo desgin e credibilidade passada pelo projeto. Em seguida, vieram outros modelos que aproveitaram a boa fama da Tucson como o belo Santa Fé (SUV acima da Tucson para público alvo com maior poder aquisitivo), o Santa Cruz (modelo maior da Santa Fé) e o sucesso do sedan grande Azera, entre outros modelos.

Com o sucesso destes modelos, vieram outros modelos que seguiam a linha mais esportiva da Hyundai como o hatch sensação à época I30, o sedan médio Elantra e o tão lembrado pelo visual agressivo e marcante além do motor decepcionante Veloster.

Com o mercado mais luxuoso indo bem e o nicho intermediário sendo segurado pelo I30, em 2012 a Hyundai decidiu abrir no Brasil uma fábrica em Piracicaba (SP) para a criação de uma linha popular de veículos nacionais, chamados HB20 e HB20S (modelo Sedan).

A linha HB20 é um sucesso desde o seu lançamento, figurando em todos os rankings de vendas de veículos em posições altíssimas, mas começa a sentir o peso de seu design mais antigo (2012), por isso a nova geração prevista para chegar neste ano é tão aguardada.

HB20
HB20

No final de 2016, a fábrica decidiu entrar na onda dos SUV e lançaram o Creta, que atinge números expressivos em relação aos seus concorrentes, inclusive superando o HR-V em vendas no último ano.

Produção na fábrica

Quando a fábrica de Piracicaba foi aberta, a mesma contava com 2,5 mil funcionários que trabalhavam em 2 turnos e possuía uma capacidade anual de fabricar cerca de 150 mil automóveis ao ano.

Hyundai Motor Brasil - Piracicaba
Hyundai Motor Brasil – Piracicaba

Hyundai Motor Brasil - Piracicaba
Hyundai Motor Brasil – Piracicaba

Não demorou muito para a linha HB20 cair nas graças do público e, consequentemente, aumentar a demanda pelo mesmo. Com isso, a fábrica decidiu adicionar um terceiro turno, contratando mais 200 funcionários e elevando a fabricação para 180 mil veículos anuais.

No ano passado, a capacidade foi elevada para 190 mil carros por conta dos ganhos pontuais no fluxo de produção, ficando muito claro que a fábrica conseguiria sim aguentar uma maior demanda de produção.

Com este potencial de fabricação nítido e as vendas altas, a Hyundai decidiu investir 125 milhões de reais em tecnologias para aumentar a produção de 36 carros por hora para 42, causando assim um impacto de 30 mil carros produzidos a mais ao final do ano.

Quais os impactos?

Para que este aumento na capacidade de produção valha a pena, a Hyundai deverá oferecer uma maior oferta de veículos tanto da linha HB20 quanto do Creta.

Também vale ressaltar que a já cansada geração do HB20 será deixada de lado para a chegada de uma nova que promete aumentar as vendas ainda mais. Já se preparando para essa futura demanda que com certeza ocorrerá, o investimento para o aumento da produção vai fazer muito bem para a aceitação do veículo, uma vez que sua produção será aumentada e a disponibilidade do veículo quando o comprador vier realizar o ato da compra será maior ainda.

carro.blog.br

O carro.blog.br é um espaço voltado para quem ama as máquinas que nos fazem companhia tanto na rotina do dia a dia quanto na diversão do final de semana.

Vamos Bater um Papo?