Bentley Flying Spur é um sedan cheio de luxo com muita velocidade

São poucos os sedans que conseguem atrelar um luxo sem igual com uma potência de dar inveja em muitos esportivos por aí. Geralmente são os veículos alemães em suas séries esportivas que conseguem implementar muita potência, mas as vezes deixando o luxo de lado em algumas ocasiões.

Vídeos
5 meses atrás
Bentley Flying Spur é um sedan cheio de luxo com muita velocidade

Mas é unanimidade que os veículos ingleses são os únicos que conseguem juntar motores fortíssimos com um luxo sem igual, isso sem falar no belíssimo design dos mesmos. Poucos veículos conseguem juntar tamanha esportividade e luxo quanto o Bentley Flying Spur, um dos modelos de maior sucesso dos ingleses que está entrando em sua terceira geração neste ano.

História do Flying Spur

A história do Flying Spur tem início ainda em 2003, quando o mesmo sequer era pensado em ser produzido. Neste ano, foi lançado o modelo Continental GT que, graças a tecnologia da Volkswagen (proprietária da marca até então), fez deste o primeiro modelo com produção em série da história da marca.

Tendo em vista o grande sucesso do Continental GT, a Bentley decidiu lançar uma variante de seu modelo esportivo com quatro portas ao invés de duas, nascendo assim no ano de 2005 o Bentley Continental Flying Spur, tendo peças compartilhadas com o Audi A8, S8 e o Volkswagen Phaeton.

Sua primeira geração durou de 2005 até 2013. O modelo sempre contou com linhas muito elegantes e chamativas, além é claro de suas rodas enormes e sua grade frontal icônica. Sua motorização era um 6.0 W12 (igual ao do Phaeton) que rendia 560 cv, podendo ir de 0-100 em apenas 5,2 segundos e atingir velocidade máxima de incríveis 312 km/h.

Com o passar do tempo, o Flying Spur precisava de uma nova feição e traços mais atualizados. Com isso, sua segunda geração foi apresentada no Salão de Genebra em 2013, com o modelo apresentando segundo o mesmo estilo da antiga geração, porém com traços mais atualizados e um interior renovado e mais moderno. O motor 6.0 W12 continua, mas um novo motor 4.0 biturbo V8 também foi adicionado as opções de motorização do Continental GT.

Flying Spur W12 de terceira geração

O tempo passou e o Bentley Flying Spur clamava por mudanças tanto em seu design quanto em sua mecânica, visto que seus maiores concorrentes já se encontravam renovados. Sabendo disso, os ingleses anunciaram neste ano a terceira geração do modelo de quatro portas do Continental GT.

Seus traços não sofreram alterações gritantes, apenas atualizações que fazem o modelo se tornar mais atual sem perder a essência de luxuosidade que segue o modelo desde seu lançamento em 2003.

O interior do veículo recebeu alguns refinos a mais, porém a principal novidade é a adição do sistema de Wi-Fi no carro. Do resto, o interior continua sendo de extremo bom gosto e com acabamentos da melhor qualidade possível.

O motor 6.0 W12 biturbo faz com que o veículo alcance uma velocidade máxima de 320 km/h, fazendo assim o Bentley Flying Spur ter o posto de sedan de luxo mais veloz do mundo com folga.

Flying Spur V8

Flying Spur V8
Flying Spur V8

Flying Spur V8
Flying Spur V8

Flying Spur V8
Flying Spur V8

Na versão de entrada, o Flying Spur conta com aquele mesmo motor 4.0 V8 de dois turbos que foi apresentado, porém com algumas mudanças em relação ao antigo motor.

Nessa versão, o motor desenvolverá um 0-100 km/h de 5,2 segundos e velocidade máxima de 295 km/h, tudo isso com uma autonomia de cerca de 840 km. Os números não empolgam tanto quanto os do W12, mas já conseguem ser um tanto quanto satisfatórios.

Flying Spur V8 S

Flying Spur V8 S
Flying Spur V8 S

Flying Spur V8 S
Flying Spur V8 S

Flying Spur V8 S
Flying Spur V8 S

Ainda existe uma versão do V8 mais forte do que o modelo de oito cilindros convencional que recebeu a denominação de S.

O motor recebeu uma melhoria para 528 cv de potência que, consequentemente, resultou em números como um 0-100 de 4,9 segundos e uma velocidade máxima de 306 km/h. Embora o desempenho tenha aumentado, a autonomia caiu para 837 km.

Flying Spur W12 S

Flying Spur W12 S
Flying Spur W12 S

Flying Spur W12 S
Flying Spur W12 S

Flying Spur W12 S
Flying Spur W12 S

Flying Spur W12 S
Flying Spur W12 S

Se você não se contentou com o W12 convencional do Flying Spur, anda existe mais uma versão com esta motorização, e desta vez ainda mais agressiva do que a convencional.

No Flying Spur W12 S, o motor 6.0 W12 biturbo recebe upgrades para desenvolver incríveis 625 cv de potência, além dos novos detalhes em fibra de carbono para remeter a esportividade do veículo.

A velocidade máxima foi aumentada para incríveis 325 km/h e seu 0-100 foi reduzido para 4,5 segundos, fazendo assim do Bentley Flying Spur W12 S o sedan de luxo mais rápido já produzido (e também um dos mais bonitos).

carro.blog.br

O carro.blog.br é um espaço voltado para quem ama as máquinas que nos fazem companhia tanto na rotina do dia a dia quanto na diversão do final de semana.

Vamos Bater um Papo?