Chevrolet Spin 2023 de sete lugares ganha versão mais acessível

Já se foi o tempo onde os carros com 7 lugares tinham ampla oferta no mercado e, por mais que a demanda ainda continue alta, poucas opções ainda são acessíveis quando falamos de veículos 0km com terceira fileira de bancos.

Carros
Publicado em 21/04/2022 por Alan Corrêa
Chevrolet Spin 2023 de sete lugares ganha versão mais acessível

Substituindo a Zafira no mercado, a Chevrolet Spin ganhou apreço do público de forma “forçada”, afinal, é até hoje o carro com 7 lugares 0 km mais barato do país. No modelo 2023, ganhou uma versão ainda mais barata com sete lugares e, agora de forma ainda mais ampla, é o modelo novo com sete lugares mais barato do país.

Spin isolada no mercado

Primeira novidade é o lançamento de uma configuração mais acessível ao transporte de até sete ocupantes
Primeira novidade é o lançamento de uma configuração mais acessível ao transporte de até sete ocupantes

Não há como negar que a Spin está isolada em seu mercado. Nos dias atuais, nenhum outro carro que custe até 125 mil reais possui uma terceira fileira de bancos, fazendo com que a Spin se tornasse única no mercado.

Se voltarmos ao mercado no começo da década passada, existiam concorrentes tanto para a Zafira quanto para a Spin a altura, tais como o Nissan Grand Livina, Jac J6, Fiat Freemont, C4 Grand Picasso e até mesmo a Doblò. Entre todos estes veículos citados, apenas o último continua em linha e já está com os dias contados.

Caso a ideia seja comprar um veículo 0 km e você precise de 7 lugares, o segundo veículo mais barato que pode ser comprado é o Chery Tiggo 8, que já está na faixa dos 200 mil reais, cerca de 75 mil reais mais caro que a Spin! Com este cenário, a Chevrolet por mais que não invista em melhorias do modelo, nada de braçadas por ser o único modelo disponível nesta categoria de preços.

Novidades da versão LT

O Spin LT já vem equipado com os itens mais valorizados de conforto, segurança e conectividade, como multimídia MyLink, direção com assistência elétrica, transmissão automática de 6 velocidades, assistente de partida em aclive, controle eletrônico de tração e estabilidade e rodas de alumínio 15 polegadas.
O Spin LT já vem equipado com os itens mais valorizados de conforto, segurança e conectividade, como multimídia MyLink, direção com assistência elétrica, transmissão automática de 6 velocidades, assistente de partida em aclive, controle eletrônico de tração e estabilidade e rodas de alumínio 15 polegadas.

A Spin, que antes só contava com os 7 lugares na versão LTZ, Premier e Active, agora passa a receber a terceira fileira de bancos na versão LT, que é mais simples do que as demais e, consequentemente, mais barata que as demais.

Na versão LT, os diferenciais são o sensor de estacionamento, retrovisores e vidros elétricos com abertura e fechamento pela chave, multimídia MyLink com sistema para Apple e Android e a opção dos 7 assentos.

Do resto, permanece o mesmo veículo com o mesmo conjunto mecânico já utilizado a anos pelo modelo, com o veterano 1.8 Ecotec de 111 cv de potência e 17,7 kgfm de torque juntamente ao câmbio automático de seis velocidades.

Níveis de acabamento

Chevrolet Spin Premier
Chevrolet Spin Premier

Com a inclusão da versão LT do Spin com 7 lugares, o modelo se tornou o mais barato do Brasil, porém, ainda não tão vantajoso quanto o LTZ que, por pouca coisa a mais, oferece itens mais importantes.

A Spin, além da LT, conta com outras quatro versões de acabamento, sendo apenas a mais básica, não tendo sete lugares. A mais em conta é a LS, que conta com direção elétrica, câmbio automático, ar condicionado, airbag duplo e rodas aro 15 com calotas por 101 mil reais.

A versão mais barata com sete lugares, como já foi dito, é a LT, que custa 108 mil reais. Porém, com 1.500 reais a mais, você leva na versão LTZ todos os equipamentos da versão LT mais grade frontal com detalhes em preto brilhante, rodas de alumínio aro 16 escurecidas, faróis com máscara negra e luz de posição em LED, bancos com revestimento híbrido e câmera de ré.

As duas versões mais caras figuram na casa dos 120 mil reais, sendo elas a Premier e a Activ. Na versão Premier (122 mil), além dos itens da LTZ, o veículo ganha sensor de chuva, revestimento em couro dos bancos e portas e o sistema OnStar. A versão Activ vem com todos estes opcionais, porém com visual mais aventureiro por 2 mil reais a mais.

Spin zero ou seminovo?

Chevrolet Spin Activ
Chevrolet Spin Activ

A discussão quando se fala do Spin é justamente o comparativo com outros modelos superiores, porém seminovos. O principal “concorrente” neste aspecto é o Dodge Journey que, em seu modelo 2017, figura na mesma casa dos 110 e 120 mil reais, um valor próximo da Spin, porém com motor melhor e acabamento de primeira, fazendo com que os compradores fiquem em dúvida.

Subindo um pouco o patamar de compra, é possível olhar para um Tiguan Allspace 2019 ou um Santa Fé 2018 por 150 mil reais, menos de 30 mil a mais do que o Spin e 50 mil mais baratos do que o Tiggo 8, segundo carro 0 km com sete lugares mais barato do país. Todos estes, em todos os aspectos, são anos luz superiores que o Spin.

Caso você não se importe com o valor da manutenção mais alto, peças mais caras em caso de manutenção e, no caso do Journey, um consumo maior de combustível em nome do conforto, o Spin nem deve ser cogitado. Agora, caso o orçamento esteja no limite dos 120 mil para o novo carro, o Spin será sua melhor escolha.

*Com informações da GM.

carro.blog.br

O carro.blog.br é um espaço voltado para quem ama as máquinas que nos fazem companhia tanto na rotina do dia a dia quanto na diversão do final de semana.

Vamos Bater um Papo?