buscar
Notícias

Corrida Solidária da Renault do Brasil Arrecada Fundos para o Hospital Erastinho em Curitiba

A Renault montou um estande onde os corredores puderam conhecer o Megane E-Tech e fazer exames de glicemia e pressão arterial, em parceria com a Hilab, uma empresa healthtech brasileira.
Publicado em Notícias dia 2/10/2023 por Alan Corrêa

No último domingo, dia 1º de outubro, as ruas de Curitiba se encheram de mais de 14 mil atletas amadores, unidos por uma nobre causa: a vida. Neste ano, a Renault do Brasil, que celebra seu 25º ano de fabricação no país, abraçou essa iniciativa, que tem como objetivo arrecadar fundos para o Hospital Erastinho, um centro de referência nacional no tratamento do câncer infanto-juvenil.

A corrida solidária, que é considerada a maior da América Latina, recebeu um impulso e tanto com a participação do recém-lançado Megane E-Tech, um veículo 100% elétrico que deu a largada para a quarta etapa da corrida. A Renault tem sido uma apoiadora constante desse evento desde a sua primeira edição. Além disso, a marca francesa também montou um estande, onde os corredores puderam conhecer de perto o inovador Megane E-Tech e aproveitar para realizar exames de glicemia e pressão arterial, graças a uma parceria com a Hilab, uma healthtech brasileira sediada em Curitiba.

O recém-lançado Megane E-Tech da Renault foi o carro madrinha da corrida solidária, dando início à quarta etapa da maior corrida solidária da América Latina.

“É motivo de grande orgulho para todos os colaboradores da Renault do Brasil fazerem parte deste movimento solidário e poderem contribuir para o desenvolvimento do Hospital Erastinho”, destaca Ricardo Gondo, presidente da Renault do Brasil.

Além de seu envolvimento como apoiadora, cerca de 100 colaboradores da marca também participaram ativamente da corrida, seja nas modalidades de 5 e 10 quilômetros, seja na caminhada de 3 quilômetros.

Desde 2019, a Renault acredita no Instituto The Hardest Run, um movimento que nasceu com o objetivo de conscientizar sobre a importância da doação de sangue e medula óssea através da corrida. Hoje, o instituto se estabeleceu como uma entidade filantrópica com uma missão mais ampla: promover a corrida como uma ferramenta para direcionar a atenção e os esforços para causas de ampla relevância social.

A Renault montou um estande onde os corredores puderam conhecer o Megane E-Tech e fazer exames de glicemia e pressão arterial, em parceria com a Hilab, uma empresa healthtech brasileira.

Marcelo Alves, fundador do Instituto The Hardest Run e um maratonista extremo, expressou sua gratidão: “Nós do Instituto The Hardest Run agradecemos a parceria e confiança. Desde o início, a Renault acreditou em nosso projeto, e quando trabalhamos juntos, coisas incríveis acontecem. Desde 2019, já destinamos R$ 6 milhões ao Erastinho.”

Os valores arrecadados na edição de 2023 da corrida serão destinados à construção de uma usina fotovoltaica. Essa iniciativa representará uma economia na ordem de R$ 100 mil mensais para o Hospital Erastinho nos próximos 25 anos. Isso permitirá que o Erastinho expanda os tratamentos de quimioterapia, radioterapia e cirurgias oncológicas para crianças e adolescentes, tornando o hospital ainda mais eficaz no combate ao câncer infanto-juvenil.

Sobre o Instituto The Hardest Run, Marcelo Alves ressalta: “O movimento The Hardest Run nasceu utilizando a corrida para conscientização da importância da doação de sangue e medula óssea. Hoje, se firma como um instituto filantrópico, cujo objetivo é promover a corrida como uma ferramenta para trazer a atenção e esforços para causas de ampla relevância social.”

A Renault do Brasil, que celebra seu 25º ano de produção no país, teve cerca de 100 colaboradores participando ativamente da corrida, em diferentes modalidades.

Quanto à Renault do Brasil, a empresa celebra 25 anos de produção no país, com 5,3 mil colaboradores e duas fábricas localizadas no complexo Ayrton Senna, em São José dos Pinhais (PR): a de Veículos de Passeio (CVP) e a de Comerciais Leves (CVU). A Renault oferece uma linha completa de veículos, incluindo modelos como Kwid, Stepway, Logan, Duster, Captur, Oroch e Master, além dos veículos 100% elétricos Kwid E-Tech e Megane E-Tech.

A Renault inovou ao oferecer a venda de produtos 100% online, bem como o serviço de aluguel de veículos a longo prazo, conhecido como Renault On Demand. Além disso, a Renault está ativamente envolvida em projetos de geração de energia limpa, como o projeto em Fernando de Noronha, onde foi construída uma garagem fotovoltaica que abastece mais de 45 veículos elétricos na ilha.

O Instituto Renault, responsável pelas ações socioambientais da marca no país, vem colaborando com o desenvolvimento da sociedade e já impactou mais de 865 mil pessoas ao longo dos seus 12 anos de existência, com foco em inclusão e segurança.

A corrida solidária da Renault do Brasil em apoio ao Hospital Erastinho não apenas promove a saúde e o bem-estar por meio da prática esportiva, mas também reforça o compromisso da Renault com a comunidade e com causas sociais importantes, como o tratamento do câncer infanto-juvenil. É um exemplo inspirador de como as empresas podem fazer a diferença na vida das pessoas e nas comunidades em que operam.