Novo Audi RS 3 é cheio de surpresas

O novo RS 3 pode ser o veículo mais rápido da categoria, se adicionado os freios a disco de carbono-cerâmica no eixo dianteiro, chegando assim a uma velocidade de 290 km/h. Com o poderoso motor 2.5 cinco-cilindros turbo de 400 cv, e com novo torque de 51 kgfm, o modelo atinge 250 km/h na versão normal ou 280 km/h com um pacote de desempenho opcional. A aceleração de 0 a 100 km/h é sempre de 3,8 segundos, ou seja, três décimos mais rápido que o modelo anterior.
Publicado em Carros dia 26/07/2021 por Alan Corrêa

Para começar a nova geração do superesportivo Audi RS 3 ganhou um conjunto de faróis único com um sentido fora do normal, é como se o farol desse “bandeirada” para o próprio carro. Além disso, o modelo traz tecnologias inéditas, mas tanto a versão hatch quanto à sedã continuaram equipados com o clássico motor 2.5 turbo de 5 cilindros, porém com mais torque.

Os novos RS 3 hatch e sedã irão chegar à Europa e Estados Unidos a partir de agosto, com um preço inicial de 60 mil euros (equivalente a R$ 371.640) para o Sportback e 62 mil euros (R$ 384.028) para o sedã. No Brasil ainda não há previsão de chegada da dupla.

Como é o novo Audi RS 3

Próxima geração do superesportivo adota tecnologias inéditas
Próxima geração do superesportivo adota tecnologias inéditas

O diferencial dessa nova geração do RS 3 fica por conta do design, que mudou bastante para se distanciar dos irmãos A3 e S3. A enorme grade dianteira é exclusiva para o RS, como uma malha hexagonal e parece ter uma interligação com os faróis, por conta da borda preta brilhante. As entradas de ar nas extremidades do para-choque estão maiores, proporcionando a entrada de mais refrigeração no motor e nas rodas. Por sua vez, as rodas são de 19 polegadas e podem ser calçadas com pneus de alto desempenho semi-slick Pirelli P Zero Trofeo R.

Uma assinatura em LED no farol com uma bandeira quadriculada é o detalhe que mais chama a atenção na dianteira e ainda faz uma pequena coreografia projetada ao se aproximar ou sair do veículo, formando de maneira sequencial, os caracteres “R”, “S” e “3”, assim como em outros modelos da marca que exibem uma animação específica sempre que o carro é trancado ou aberto.

Uma assinatura em LED no farol com uma bandeira quadriculada é o detalhe que mais chama a atenção na dianteira
Uma assinatura em LED no farol com uma bandeira quadriculada é o detalhe que mais chama a atenção na dianteira

Na traseira o para-choque tem a mesma malha hexagonal do para-choque dianteiro e um discreto spoiler de teto no hatch, e na tampa do porta-malas do sedã. As saídas duplas de escape ovais com a assinatura Audi RS aparecem em ambos os lados de um difusor traseiro em preto brilhante. Por fim, o design se completa com um painel de teto escurecido.

Na traseira o para-choque tem a mesma malha hexagonal do para-choque dianteiro
Na traseira o para-choque tem a mesma malha hexagonal do para-choque dianteiro

Por dentro, o RS 3 tem bancos acolchoados em forma de colmeia com assinatura RS e costuras contrastantes em vermelho, preto ou verde. Toda a forração do interior é em Nappa e Alcantara. Como opcional, pode adicionar ainda mais detalhes em vermelho ou verde aos cantos dos bancos, painel e painéis das portas.

O quadro de instrumentos e sistema multimídia possuem funções específicas para a versão superesportiva
O quadro de instrumentos e sistema multimídia possuem funções específicas para a versão superesportiva

O quadro de instrumentos e sistema multimídia possuem funções específicas para a versão superesportiva, que recebeu um cluster digital Audi Virtual Cockpit de 12,3 polegadas e uma central multimídia MIB3 de 10,1 polegadas. As atualizações esportivas ainda incluem um head-up display, acabamento de fibra de carbono de série e modos “RS Runway” ou gráfico de barras para o conta-giros.

O novo RS 3 pode ser o veículo mais rápido da categoria, se adicionado os freios a disco de carbono-cerâmica no eixo dianteiro, chegando assim a uma velocidade de 290 km/h. Com o poderoso motor 2.5 cinco-cilindros turbo de 400 cv, e com novo torque de 51 kgfm, o modelo atinge 250 km/h na versão normal ou 280 km/h com um pacote de desempenho opcional. A aceleração de 0 a 100 km/h é sempre de 3,8 segundos, ou seja, três décimos mais rápido que o modelo anterior.

O câmbio também se mantém o mesmo, automático de dupla embreagem e sete marchas. A novidade agora é o inédito RS Torque Splitter, um sistema de distribuição de torque que atua em conjunto com a tração integral “quattro”, substituindo o diferencial traseiro para desviar até 100% do torque para qualquer uma das rodas conforme necessário.

Para completar, os novos RS 3 terão seis modos de condução diferentes: Comfort, Efficiency, Auto, Dynamic, RS Torque Rear e RS Performance. O ruído que o veículo emite pode variar de acordo com os modos de condução e pode ficar ainda mais potente com o escape esportivo RS opcional.