O compartilhamento de carros daria certo no Brasil?

Com o grande sucesso do aplicativo Uber e a chegada do sistema de compartilhamento de bicicletas e patinetes ao país, a próxima evolução no nosso sistema de mobilidade urbana deve ser a chegada dos carros compartilhados, mas será que estamos preparados para isso?

Carros
9 meses atrás
O compartilhamento de carros daria certo no Brasil?

Enquanto não temos carros autônomos…

Não é um fato desconhecido que algumas empresas, de modo especial a Google e a Tesla, venham tentando criar um carro que seja 100% autônomo, ou seja, veículos que possam ir para os destinos escolhidos sem precisarem de um condutor humano.

Apesar de ser uma ótima solução para a nossas cidades já cansadas de tanto trânsito, ainda é uma opção longe da nossa realidade, mas compartilhar carros elétricos poderia ser uma solução a curto prazo para tentar criar um meio mais ecologicamente correto e sustentável.

We Share

A marca Volkswagen lançou amplo programa de compartilhamento de carros totalmente elétricos em algumas grandes cidades sob a submarca “We Share” (nós compartilhamos). A primeira frota de veículos será introduzida na capital alemã, Berlim, e contará com 1.500 unidades do e-Golf1 quando o serviço começar a operar, no segundo trimestre de 2019, seguidos logo adiante por 500 unidades adicionais do e-up!2. Esses veículos serão gradualmente substituídos pelos primeiros modelos da nova família Volkswagen I.D., a partir de 2020.

We Share
We Share

“Queremos motivar os usuários jovens e urbanos a aderir a mobilidade elétrica. A população de Berlim será a primeira a usufruir da eletrizante experiência de nosso programa ‘We Share’”, comentou Jürgen Stackmann, membro do Conselho da Marca Volkswagen responsável por Vendas.

O “We Share” é o primeiro serviço do novo ecossistema “Volkswagen We” direcionado a não-proprietários. Jürgen Stackmann acrescenta: “Devido ao porte e densidade de sua população, Berlim é o mercado ideal e tem o maior potencial. Muita gente que já experimentou o compartilhamento de carros vive lá – e os números continuam em crescimento.”

A Volkswagen também quer atrair a atenção para os benefícios da eletromobilidade e estimular o interesse na tecnologia com a alta visibilidade da frota de dois mil veículos do “We Share”.

Segundo Jürgen Stackmann, “estamos democratizando a eletromobilidade. A partir de 2020, o ‘We Share’ deverá apoiar a introdução da nova geração de nossos novos modelos I.D. totalmente elétricos e, dessa forma, dar uma importante contribuição para a ofensiva de eletromobilidade da marca Volkswagen.”

O programa “We Share” pega a estrada com o que é conhecido como compartilhamento de carros free-floating (sem ponto fixo para retirada e devolução), assegurando fácil disponibilidade de veículos elétricos para os clientes a qualquer momento. Num estágio posterior, o “We Share” vai acrescentar veículos menores à sua frota de carros elétricos como soluções de micromobilidade.

Para Philipp Reth, CEO da subsidiária da Volkswagen UMI Urban Mobility International, empresa do Grupo com cultura startup que irá gerenciar as operações de compartilhamento de carros desde sua base, em Berlim, “a perspectiva para serviços de veículos sob demanda é muito boa. As previsões mais conservadoras para a Europa são de um crescimento anual de 15%. Vamos continuar desenvolvendo esse mercado e tornar essa forma de mobilidade acessível para um grupo de usuários ainda maior.”

Após o lançamento em Berlim, o programa “We Share” está previsto para se expandir a outras grandes cidades da Alemanha. Paralelamente, há planos de expansão para os principais mercados europeus e cidades selecionadas da América do Norte a partir de 2020. O foco inicial será em cidades com população acima de um milhão.

carro.blog.br

O carro.blog.br é um espaço voltado para quem ama as máquinas que nos fazem companhia tanto na rotina do dia a dia quanto na diversão do final de semana.

Vamos Bater um Papo?