Veja como foi o desenvolvimento do Porsche Cayenne

Um ícone SUV: entenda o desenvolvimento do Porsche Cayenne.

História
Publicado em 23/09/2022 por Alan Corrêa
Veja como foi o desenvolvimento do Porsche Cayenne

O primeiro Cayenne, conhecido internamente como E1, foi criado sob a liderança de design de Harm Lagaay e, a partir de 2004, Michael Mauer tornou-se responsável pelo design dos modelos Porsche. Seu conceito era levar além a ideia do Cayenne, embora os designers da segunda geração (E2) do carro lançado em 2010 enfrentassem os mesmos desafios que existiam com o primeiro Cayenne. Ou seja, as portas eram idênticas às do modelo irmão VW Touareg, construído na mesma plataforma, o que limitava as opções de design.

“No entanto, no caso do segundo Cayenne, o sucesso econômico do modelo nos deu um pouco mais de liberdade criativa”, lembra Mauer hoje.

O mercado automotivo é um mercado de constante transformação e mudança, e isso vem sendo uma constante nos últimos anos. Por exemplo, durante um longo período, o mercado de carros populares (hatchs e sedans) era o que dominava entre os brasileiros, porém, nos anos mais recentes o mercado de SUVs aqueceu bastante, e virou tendência entre os consumidores.

O mercado de luxo dos automóveis não ficou de fora e também se reinventou muito recentemente. Hoje em especial vamos ver as novidades da nova geração do Porsche Cayenne, que tem como proposta oferecer um ar mais esportivo, mantendo a elegância e conforto que já possuía nas versões anteriores.

Mudanças no exterior e interior do veículo

Esboço da segunda geração do Cayenne: Entre outras coisas, a equipe de design de Michael Mauer estabeleceu o objetivo de otimizar as proporções gerais e a relação largura/altura.
Esboço da segunda geração do Cayenne: Entre outras coisas, a equipe de design de Michael Mauer estabeleceu o objetivo de otimizar as proporções gerais e a relação largura/altura.

Em relação ao exterior do carro há alguns destaques, dentre eles:

  • Mudanças no formato das janelas;
  • Retrovisores realocados para os ombros das portas;
  • Janelas traseiras “puxadas” para trás; acima das portas;
  • Spoiler de teto estendido mais para trás;
  • Luzes traseiras reposicionadas e pilares D mais inclinados;

Todas essas modificações deram um ar mais esticado no design, o que faz o veículo parecer que sempre está em rápido movimento, mesmo em baixas velocidades.

No interior, os designers da Porsche foram autorizados a estabelecer muitos conceitos próprios na segunda geração do Cayenne.
No interior, os designers da Porsche foram autorizados a estabelecer muitos conceitos próprios na segunda geração do Cayenne.

Já no interior também há algumas mudanças significativas como:

  • Posição mais baixa do banco realçada pela elevação do console central;
  • Painel de instrumentos com conta rotações localizado no centro do painel;
  • Volante igual ao do 911;

Com essas mudanças o Cayenne agora tem fortes conexões principalmente com os modelos Panamera e 911, não tendo mais tanta distinção entre os clientes que possuem um Cayenne e outros modelos da marca.

Melhor desempenho em estradas e no off road

O Cayenne de segunda geração permanece apto em qualquer superfície.
O Cayenne de segunda geração permanece apto em qualquer superfície.

Durante o desenvolvimento dos novos sistemas que serão utilizados pela nova geração do Porsche Cayenne, percebeu-se que era possível retirar a caixa de transferência ou marcha baixa – presente nas gerações anteriores – sem perder praticamente nada do desempenho esperado de um Porsche. Com a retirada da caixa de transferência, o desempenho no off road permaneceu o mesmo, e ainda ocasionou uma redução considerável de peso apenas pela retirada desse componente. O peso foi reduzido em 33 kg, para a substituição deste componente a Porsche decidiu adicionar o Tiptronic de oito velocidades combinando com a nova tração integral controlada pelo Porsche Traction Management (PTM). A adição do PTM também permitiu uma redução de peso no eixo cardã dianteiro e um acionamento do eixo mais leve.

Outra grande parte da redução de peso vem da construção mais leve da carroceria. As abas e portas tiveram 39 kg de redução de peso. A tampa traseira passou a ser completamente de alumínio, chegando a pesar menos da metade do que no modelo antecessor.

Sobre o novo motor

Um carro esportivo no segmento SUV: a segunda geração do Cayenne GTS.
Um carro esportivo no segmento SUV: a segunda geração do Cayenne GTS.

O novo Cayenne S com o seu V8 de 4,8 litros de 294 kW (400 cv) possui um consumo de 10,5 l/100 km – 23% menos do que o seu antecessor. O novo Cayenne Turbo também se beneficiou do mesmo motor V8 à gasolina, mas oferecia 368 kW (500 cv) de potência. Juntamente com o Cayenne Diesel (180 kW/245 cv), o mais econômico da categoria era o Cayenne S Hybrid de 279 kW (380 cv). Agora, o primeiro modelo híbrido produzido em série pela Porsche possui um consumo NEDC de 8,2 l/100 km.

Preço da Porsche Cayenne

Com o Cayenne de segunda geração, a Porsche lançou as bases para sua estratégia de eletrificação bem-sucedida a partir de 2010. O primeiro híbrido plug-in foi lançado em 2014.
Com o Cayenne de segunda geração, a Porsche lançou as bases para sua estratégia de eletrificação bem-sucedida a partir de 2010. O primeiro híbrido plug-in foi lançado em 2014.

No futuro o preço do SUV da Porsche deve seguir como é hoje, ou seja, não é para qualquer bolso, com valor próximo ao R$ 1.159.000 (não, você não leu errado!).

*Com informações da Porsche.

carro.blog.br

O carro.blog.br é um espaço voltado para quem ama as máquinas que nos fazem companhia tanto na rotina do dia a dia quanto na diversão do final de semana.

Vamos Bater um Papo?