As metas da BMW para redução de CO2 até 2030

Com o objetivo de construir um futuro sustentável para a mobilidade, gerando menos gases causadores do efeito estufa, o BMW Group anunciou no dia 12 de maio deste ano, em uma Reunião Geral Anual, que até 2030 a empresa quer evitar a emissão de 200 milhões de toneladas de CO2, número equivalente a 20 vezes a emissão anual de CO2 de uma cidade com mais de 1 milhão de habitantes, como Munique (Alemanha).

Notícias
1 mês atrás
As metas da BMW para redução de CO2 até 2030

A meta de CO2 para 2030 da empresa foi validada em iniciativas com evidência científica pela Science-Based Targets Initiative.

Redução de CO2 até 2030

101ª Reunião Geral Anual da BMW AG em Munique em 12 de maio de 2021 (AGM virtual). Oliver Zipse, presidente do Conselho de Administração da BMW AG
101ª Reunião Geral Anual da BMW AG em Munique em 12 de maio de 2021 (AGM virtual). Oliver Zipse, presidente do Conselho de Administração da BMW AG

O BMW Group está sustentando sua missão de mobilidade sustentável com metas ambiciosas de redução de gases de efeito estufa: Na Assembleia Geral Anual de hoje, a empresa anunciou que evitará a emissão de mais de 200 milhões de toneladas de CO2 até 2030. Isso é equivalente a mais de 20 vezes as emissões anuais de CO2 de uma cidade com mais de um milhão de habitantes, como Munique. Para conseguir isso, o BMW Group está reduzindo a pegada de carbono de seus veículos ao longo de seu ciclo de vida – desde a extração da matéria-prima, passando pela produção e fase de uso, até a reciclagem no final da vida útil. No futuro, usar menos recursos será uma das prioridades.

“Um carro amigo do clima não é criado apenas usando energia verde. Devemos projetar nossos veículos para a sustentabilidade desde o primeiro dia de desenvolvimento: reduzindo a quantidade de material usado para fabricá-los e, acima de tudo, planejando o reaproveitamento e a reciclagem desde o início. Diante do aumento dos preços das matérias-primas, isso não é apenas um imperativo ambiental, mas também um imperativo comercial ”, disse Oliver Zipse, presidente do Conselho de Administração da BMW AG, na Assembleia Geral Anual em Munique na quarta-feira.

“A tecnologia para isso é extremamente exigente: é por isso que queremos ser pioneiros na economia circular. Já estamos trabalhando em cotas para o uso de material secundário em nosso “Neue Klasse” que são concretas e ambiciosas para atender aos nossos altos padrões.

“Design circular” como base para economia circular

Dr-Ing. Dr-Ing. h.c. Norbert Reithofer, Presidente do Conselho de Supervisão da BMW AG
Dr-Ing. Dr-Ing. h.c. Norbert Reithofer, Presidente do Conselho de Supervisão da BMW AG

As necessidades de reciclagem já são consideradas no design do veículo – porque a extração de materiais em uma forma muito pura é um desafio central para os processos de reciclagem atuais. Por exemplo, o sistema elétrico deve ser fácil de remover, antes da reciclagem, para evitar a mistura do aço com cobre do chicote elétrico do veículo. Caso contrário, o aço secundário não atenderá mais aos rígidos requisitos de segurança da indústria automotiva. O uso de mono-materiais – por exemplo, em assentos – deve ser significativamente aumentado para permitir que a quantidade máxima possível seja realimentada no ciclo de material.

Outro aspecto importante é a capacidade de desmontagem eficiente. Para que os materiais secundários possam competir no mercado, o veículo e os componentes individuais devem ser desmontados de forma rápida e econômica como uma preliminar para a reciclagem. Os pré-requisitos para isso devem ser colocados em prática ao projetar o veículo – por exemplo, não fixando as conexões com adesivo, mas projetando-as de modo que possam ser removidas novamente no final da vida útil do veículo e garantindo que diferentes materiais não sejam misturados uns com os outros.

2030: pelo menos 50 por cento das vendas globais totalmente elétricas

Dr. Nicolas Peter, membro do Conselho de Administração da BMW AG, Finanças
Dr. Nicolas Peter, membro do Conselho de Administração da BMW AG, Finanças

Um fator chave para a descarbonização da mobilidade individual e o fator mais importante na redução das emissões de CO2 durante a fase de uso será o aumento maciço da eletromobilidade – que o BMW Group intensificou ainda mais nos últimos anos. A empresa oferecerá cinco modelos totalmente elétricos até o final deste ano: o BMW i3 *, o MINI SE * e o BMW iX3 *, bem como os dois principais carros-chefe da inovação, o BMW iX * e o BMW i4 *. Nos próximos anos, virão versões totalmente elétricas do BMW Série 5 de alto volume e do BMW X1. Eles também serão acompanhados pelo BMW Série 7, o sucessor do MINI Countryman e outros modelos. Em 2023, o BMW Group terá pelo menos um modelo totalmente elétrico nas estradas em cerca de 90 por cento de seus atuais segmentos de mercado.

Entre agora e 2025, o BMW Group aumentará suas vendas de modelos totalmente elétricos em uma média de bem mais de 50 por cento ao ano – mais de dez vezes o número de unidades vendidas em 2020. Com base em sua previsão de mercado atual, a empresa também espera que pelo menos 50 por cento de suas vendas globais venham de veículos totalmente elétricos em 2030. O número real pode variar significativamente de mercado para mercado e, em última análise, dependerá em grande medida de quanto progresso é feito na expansão da infraestrutura de carregamento em nível regional .

Neste ponto, não haverá mais nenhuma posição de segmento em todo o portfólio de produtos do BMW Group onde a empresa não ofereça pelo menos um modelo totalmente elétrico. Os segmentos individuais podem, de fato, ser atendidos exclusivamente por modelos totalmente elétricos. A empresa também será capaz de lidar com uma porcentagem muito maior de veículos totalmente elétricos se a demanda aumentar. No total, nos próximos dez anos ou mais, o BMW Group lançará cerca de dez milhões de veículos totalmente elétricos nas estradas.

carro.blog.br

O carro.blog.br é um espaço voltado para quem ama as máquinas que nos fazem companhia tanto na rotina do dia a dia quanto na diversão do final de semana.

Vamos Bater um Papo?