Como funciona o turbo

Um carro turbinado é o sonho de muitos motoristas, mas poucos sabem como funciona o turbo. Aprenda agora o que é um turbo, seus principais mecanismos e como aumentar sua vida útil.

Dicas
3 meses atrás
Como funciona o turbo

Nova tendência

Cada vez mais os veículos que circulam pelas ruas veem equipados com motor turbo, contrariando a tendência dos motores aspirados que se apresentam como uma solução mais simples e confiável.

Uma das principais razões desta evolução está relacionada com a necessidade de reduzir as emissões e o consumo dos veículos. Poderia se conseguir isso também diminuindo as cilindradas dos motores, mas acabaria afetando diretamente a potência.

Motor turbo

Com efeito, o turbo é um sistema de sobrealimentação capaz de comprimir o ar que circula até o motor. Através de um turbocompressor é possível aumentar a quantidade de oxigênio enviada ao motor e ao combustível.

O resultado é um aumento de potência, que se nota nitidamente em competições de arranque, e ao mesmo tempo uma redução das emissões e do consumo.

Funcionamento

O funcionamento do turbocompressor depende de um par de turbinas: uma que gira empurrando o ar até a entrada do motor e outra que gira concomitantemente por meio dos gases do escape.

Durante a ação das turbinas o turbocompressor pode alcançar a velocidade de até 200.000 rpm e atingir temperaturas de até 900 graus.

turbo
turbo

Válvula de alívio

Dependendo do tipo de turbo há necessidade de uma válvula de alívio correspondente, para controlar a pressão adicional que chega ao escape e evitar que haja uma pressão total contínua.

Para os turbos de fábrica a válvula costuma vir acoplada internamente no turbocompressor. Os outros têm que instalar uma válvula separada, respeitando o tamanho específico, para regular a pressão.

Intercooler

Devido à temperatura extremamente elevada que os gases de escape saem é preciso também ter um resfriador de ar. Do contrário, o funcionamento e a potência do motor podem ficar prejudicados.

Em geral, os turbos que já vêm de fábrica trazem também uma refrigeração por água. Assim como o mesmo óleo lubrifica o motor e o turbocompressor, água fará o mesmo papel.

Seja como for, todo processo de resfriamento também implica na instalação de um intercooler, que funciona praticamente como um radiador. Antes de o ar comprimido ir para o motor, ele passa pelo intercooler que recebe também a ventilação do ar atmosférico para exercer o resfriamento.

Medidas preventivas

O turbo não exige uma manutenção contínua, mas algumas medidas ajudam a aumentar sua vida útil.

Ao dar partida, principalmente em baixas temperaturas, deixe um tempo o motor ocioso, na posição do ponto morto, para que o óleo consiga se expandir por todas as articulações da mecânica e o turbocompressor fique lubrificado.

Enquanto a mecânica não atingir sua temperatura ideal é conveniente não forçar o motor logo no início. Por outro lado, antes de desligar o veículo é bom esperar um tempo de resfriamento, na posição do ponto morto, para que a lubrificação pelo óleo não seja interrompida.

Como o óleo, por sua vez, tem uma função vital para o turbocompressor, bem como para o motor, é fundamental utilizar uma marca de qualidade e controlar bem os períodos de trocas.

Defeitos no turbo

Embora o turbocompressor seja uma peça muito resistente, se houver um consumo excessivo de óleo, com indício de fumaça branca saindo pelo escape, a probabilidade de avaria é bem alta.

Outro indício que o turbocompressor está com problema, particularmente no sistema de válvulas, é quando o veículo tem picos e perda de potência bruscamente.

carro.blog.br

O carro.blog.br é um espaço voltado para quem ama as máquinas que nos fazem companhia tanto na rotina do dia a dia quanto na diversão do final de semana.

Vamos Bater um Papo?