Lamborghini Sián: superesportivo de 22,5 milhões é de um brasileiro

Um dos mais recentes superesportivos pertence a um brasileiro e custa 3 milhões de euros, cerca de 22,5 milhões de reais em conversão direta. A Lamborghini Sián tem motor V12 com 839 cv de potência.

Carros
1 mês atrás
Lamborghini Sián: superesportivo de 22,5 milhões é de um brasileiro

A incrível máquina não virá para o Brasil, rodará apenas nas ruas da Inglaterra. A Lamborghini Sián terá apenas 63 unidades, e a primeira é do brasileiro Henrique Grossi. Será também o primeiro carro híbrido leve da marca italiana.

O híbrido mais leve e rápido da história da Lamborghini

A Lamborghini está lançando o híbrido mais leve de sua história, com o Sián. Mas ele não é só mais leve, também é o mais rápido já feito pela marca para andar nas ruas. Essa incrível máquina é de um brasileiro, mas não verá o asfalto brasileiro. Ao contrário, permanecerá na Inglaterra, onde ele reside.

Lamborghini Sián em Londres (foto: reprodução)
Lamborghini Sián em Londres (foto: reprodução)

Um superesportivo personalizado

Não pense que basta ter um Lamborghini qualquer, ou mesmo o número 1 de apenas 63 unidades. Henrique pôde personalizar seu superesportivo. Depois de ver o protótipo no Salão do Automóvel em Frankfurt, na Alemanhã, em 2019, o bilionário teve a oportunidade de configurar e personalizar o modelo alguns meses mais tarde, no Salão de Genebra.

No fim do ano passado, o novo proprietário foi convidado à Sede da Lamborghini em Sant’Agata Bolognese para ver a sua mais nova aquisição. Mas um era pouco, então ele ficou com duas unidades, uma para rodas nas ruas inglesas e outra para permanecer em sua residência em Miami.

Lamborghini Sián - Interior (foto: reprodução)
Lamborghini Sián – Interior (foto: reprodução)

Características do Sián

O Sián de Henrique tem um toque pessoal, conferido pelo proprietário. A cor cinza Nibus exclusiva, com detalhes em vermelho Mars ao longo da carroceria dão ao modelo um charme inconfundível e único. Além disso, o teto em fibra de carbono deixa o Sián ainda mais fabuloso e moderno.

Mas o melhor está sob a cobertura de fibra de carbono: o motor a combustão 6.5 V12 aspirado de 785 cv combinado com um motor elétrico de 48 volts (que rende 34 cv). O motor elétrico atua a até 130 km/h, e ajuda em manobras em baixas velocidades e marcha à ré. Em conjunto os motores elevam a potência a 819 cv a 8.500 rpm.

Lamborghini Sián - Detalhe (foto: reprodução)
Lamborghini Sián – Detalhe (foto: reprodução)

Motor elétrico exclusivo

O motor elétrico também é uma exclusividade. Alimentado por um supercapacitor, ele dispensa as tradicionais baterias de íons de lítio. Ele também não precisa de tomadas para carregar, já que ele se auto-recarrega com a energia absorvida das frenagens. Esse capacitor não precisa de resfriamento, como as baterias convencionais, e ainda é muito mais leve. É como nos carros de Fórmula 1.

Essa combinação exclusiva de motores é responsável por levar o modelo de 0 a 100 km/h em apenas 2,8s, e uma velocidade máxima de 350 km/h. O único ponto negativo, se podemos dizer dessa forma, é que o motor elétrico não é capaz de armazenar energia para oferecer uma grande autonomia, mas esse não era seu verdadeiro propósito.

O proprietário

Henrique Grossi é casado com a bilionária Camila de Godoy Bueno, herdeira do Grupo Amil, e vive a maior parte do tempo na Inglaterra, embora tenha casas espalhadas ao redor do globo.

Lamborghini Sián - Protótipo (foto: reprodução)
Lamborghini Sián – Protótipo (foto: reprodução)

carro.blog.br

O carro.blog.br é um espaço voltado para quem ama as máquinas que nos fazem companhia tanto na rotina do dia a dia quanto na diversão do final de semana.

Vamos Bater um Papo?