Novo Nissan Magnite deve chegar ao Brasil um dia

O Nissan Magnite é o novo SUV da marca, e os indianos são os primeiros a receber essa novidade. Por lá, o modelo de entrada da marca japonesa está à venda com preço inicial de 499 mil rúpias, o equivalente a R$ 35,2 mil. A versão com motor 1.0 turbo e câmbio CVT, é o modelo mais caro, custando 945 mil rúpias ou R$ 66,6 mil na conversão direta.

Novidades
2 meses atrás
Novo Nissan Magnite deve chegar ao Brasil um dia

Mesmo com a estreia recente, o modelo já acumula inúmeros pedidos, aproximadamente 5 dias depois de seu lançamento na Índia, o Magnite já acumulava mais de 5 mil pedidos, partindo para uma fila de espera de 8 meses.

Como é o novo Magnite?

Nissan Magnite
Nissan Magnite

O Nissan Magnite será menor que o Kicks, ele utiliza da plataforma CMF-A+, uma versão crescida do chassi do Renault Kwid. São 3,99 metros de comprimento, 1,76 m de largura e 1,57 m de altura. O entre-eixos mede 2,50 m, e o porta-malas tem capacidade para 336 litros.

Na Índia o modelo foi lançado em quatro versões (XE, XL, XV e Premium) e com duas opções de motor e câmbio. Sendo, o motor 1.0 de 3 cilindros aspirado a gasolina, que entrega 72 cv de potência e 9,7 mkgf de torque, e o 1.0 turbo que produz 100 cv e até 16,3 mkgf — quando combinado ao câmbio manual de cinco marchas, com a caixa automática CVT, o torque máximo é de 15,4 mkgf. Ambos os motores podem usar transmissão manual ou automática.

Nissan Magnite
Nissan Magnite

Em relação aos itens de série, a versão Premium do Magnite na Índia, vem de fábrica com multimídia de 8 polegadas no painel, quadro de instrumentos em tela TFT de 7 polegadas e chave presencial com partida do motor por botão. Incluindo ainda, airbags frontais e ABS com EBD, controle de tração, assistente de arranque em subidas, monitor de pressão dos pneus, Isofix e controle dinâmico do veículo. Como itens opcionais, há sistema de carregamento por indução para smartphones e alto-falantes premium da JBL.

Na versão de entrada XE, o Magnite dispensa recursos como rodas de liga-leve ou calotas (adota rodas de aço de 16 polegadas), central multimídia, faróis em LED e até mesmo os chamativos DRLs do para-choque. Ainda assim, oferece rack de teto, airbags dianteiros, freios ABS, vidros elétricos e painel com acabamento em dois tons.

Interior do Nissan Magnite
Interior do Nissan Magnite

No Brasil, o lançamento é aguardado para 2022, com produção local e posicionamento abaixo do Kicks, ocupando o lugar do recém-falecido March. Na prática, deverá enfrentar as versões de entrada do Ford EcoSport, Honda WR-V e o futuro SUV da Fiat desenvolvido com base no Argo.

No Brasil, ainda não foi definido como será a motorização do Magnite. Seu lançamento por aqui é aguardado para 2022, com preços nas faixas de R$ 60 mil e R$ 70 mil, e produção local, se posicionado abaixo do Kicks, ocupando o lugar do recém-falecido March. Na prática, deverá enfrentar as versões de entrada do Ford EcoSport, Honda WR-V e o futuro SUV da Fiat desenvolvido com base no Argo.

Ainda é incerto onde o Magnite será produzido, pode ser que seja produzido em São José dos Pinhais (PR), onde está a fábrica da Renault que faz o Kwid, aproveitando que compartilham a plataforma, ou então em Resende (RJ) no lugar do March.

carro.blog.br

O carro.blog.br é um espaço voltado para quem ama as máquinas que nos fazem companhia tanto na rotina do dia a dia quanto na diversão do final de semana.

Vamos Bater um Papo?