buscar

Novo Tesla Roadster atinge 96km/h em apenas 1 segundo

De acordo com recente declaração de Elon Musk, o Novo Tesla Roadster será mais rápido do que o esperado e poderá alcançar 96km/h em apenas 1 segundo. Isso será possível graças aos propulsores dos foguetes da empresa aeroespacial SpaceX. Vale lembrar que o modelo é 100% elétrico, o que torna essa marca ainda mais revolucionária. Além disso, o novo modelo da Tesla será capaz de ultrapassar os 400 km/h em sua velocidade máxima.
Publicado em Carros dia 26/05/2021 por Alan Corrêa

De acordo com recente declaração de Elon Musk, o Novo Tesla Roadster será mais rápido do que o esperado e poderá alcançar 96km/h em apenas 1 segundo. Isso será possível graças aos propulsores dos foguetes da empresa aeroespacial SpaceX.

Vale lembrar que o modelo é 100% elétrico, o que torna essa marca ainda mais revolucionária. Além disso, o novo modelo da Tesla será capaz de ultrapassar os 400 km/h em sua velocidade máxima.

Um carro quase foguete

Se você achava que os carros com propulsores de foguete eram exclusividades dos filmes de Hollywood, está enganado. A Tesla está lançando um novo modelo que conta exatamente com alguns desses propulsores espalhados pelo carro e que o tornam, provavelmente, o carro mais veloz do mundo.

Esse é o novo Tesla Roadster, capaz de alcançar a velocidade de 96 km/h (60 mph) em apenas 1,1 segundo, tempo muito melhor que a previsão inicial de Elon Musk, que era de 1,9 segundo. Isso sem falar que a velocidade máxima do modelo ultrapassa os 400 km/h.

Propulsores de foguete SpaceX

Para alcançar essa marca, o Roadster será equipado com pequenos propulsores da empresa de foguetes SpaceX, cujo dono é o mesmo da fabricante Tesla, Elon Musk. O bilionário assegura que o veículo será totalmente seguro, mas muito intenso.

Num tweet recente Musk afirmou: “Será seguro, mas muito intenso. Provavelmente não será aconselhável para aqueles com alguma condição médica, a mesma recomendação dada para montanhas-russas intensas”.

Novo Tesla Roadster (Tesla/Divulgação)

Composição do propulsores

No início do ano Elon Musk já havia anunciado que o modelo contaria com dez – isso mesmo, dez! – bocais espalhados pelo veículo, em pontos estratégicos e seguros. Além de aumentar a propulsão, eles também serão responsáveis por “manter o carro no chão”, ou seja, atuarão quando o atrito com o asfalto for insuficiente.

A concorrência já pode começar a tremer, pois se esses números se confirmarem, o novo Tesla Roadster será o carro mais rápido do mundo, pelo menos em sua aceleração de 0 a 100 km/h.

Três motores e uma alta potência

A atuação desses propulsores no sentido de manter o carro “colado” ao solo serão indispensáveis, já que o modelo conta com três motores – dois dianteiros e um traseiro – totalmente elétricos, alimentados por uma super bateria de 200 kWh.

Funcionamento dos propulsores

A tecnologia dos propulsores de foguete será opcional para os clientes. Esses propulsores funcionarão com gás armazenado a baixas temperaturas num tanque/cilindro com cerca de 10.000 psi. A pressão será garantida pela própria bateria do veículo.

Segundo a Tesla, o sistema é bastante parecido com o utilizado no foguete Starship, da SpaceX, no momento de fazer o pouso. Apenas para lembrar, esse foguete será o responsável por levar humanos à Lua no programa espacial Artemis, da Nasa.

Novo Tesla Roadster (Tesla/Divulgação)

O preço não é para qualquer um

Evidentemente, um “brinquedo” desses não é para qualquer um. Além de ter um coração forte, o cliente precisará ter o bolso cheio. Quando anunciado em 2017, o modelo tinha um preço estimado de U$ 200.000 com um sinal de U$ 50.000. Mas com as recentes mudanças no cenário, esse preço pode ser ainda mais elevado agora.