Principais aspectos e diferenças dos motores V6 e V8

O mundo automobilístico é cheio de informações, de detalhes técnicos, de possibilidades, enfim, um sem número de coisas que fazem parte desse universo. Mas todos devemos concordar que quando se trata de carro, nada é mais importante do que o motor. É como o coração do carro.

Dicas
4 meses atrás
Principais aspectos e diferenças dos motores V6 e V8

Dentro deste micro-universo, podemos destacar alguns elementos que muitos ouviram falar, mas não sabem bem o que significa. E aqui entramos no assunto: motores V6 e V8. O que são? Como funcionam? Quais as diferenças? Quais as vantagens e desvantagens?

O que é um motor V6?

Os motores são constituídos de inúmeras peças, e entre as principais estão os famosos cilindros. Os carros mais simples do mercado têm os cilindros alinhados numa única fileira, por isso esses motores são conhecidos como “em linha”.

Mas existe um tipo de motor mais potente que conta com um número maior de cilindros, o que impossibilita mantê-los alinhados, motivo pelo qual eles ficam dispostos em forma de V, com três cilindros de um lado e três do outro. Isso lhe deu o nome de V6.

Uma das características dos motores V6 é que ele é mais compacto, com seu ângulo “V” mais fechado, normalmente abaixo do 60°. Por causa disso, a vibração gerada pelo motor é muito maior do que em outros tipos de motor.

Motor V6 do Audi Q7
Motor V6 do Audi Q7

O que é um motor V8?

Assim como no caso dos motores V6 explicado acima, o motor V8 também recebe esse nome por ter os cilindros distribuídos neste formato. A diferença aqui é que o número de cilindros é maior, com quatro de um lado e quatro do outro.

Os motores V8 contam com um ângulo mais aberto e pode ser utilizado em diversos tipos de veículos, desde grandes até pequenos, e também pode ser adaptado para diferentes tipos de combustível, como diesel, gasolina e outros.

Motor V8 do Toyota-Tundra 2019
Motor V8 do Toyota-Tundra 2019

Principais diferenças entre o V6 e o V8

Apesar do mesmo formato, os motores V6 e V8 apresentam grandes diferenças, que vão muito além dos dois cilindros a mais. Para começar, como já mencionamos, o ângulo de abertura dos cilindros é muito diferente, o que provoca um comportamento diametralmente diferente. Enquanto o V6 é mais “raivoso”, e faz tremer o carro inteiro, o V8 já tem um comportamento mais “calmo” e equilibrado.

Além disso, o motor V6 não se adapta a todos os tipos de combustível, enquanto que o V8 tem mais flexibilidade neste aspecto. Em contrapartida, o V6 tem uma composição mais rígida e que – teoricamente – exige menos e mais fácil manutenção.

Motor V6
Motor V6

O V6, ao contrário do que parece à primeira vista, também é mais potente do que o V8, por isso é utilizado na Fórmula 1, por exemplo. Mas por outro lado, só pode ser utilizado em veículos de grande porte, como SUV’s, sedans e caminhonetes.

Já o V8 pode ser adaptado para diversos tipos de veículo, mas tem um consumo de combustível muito maior e sua manutenção exige mais cuidado. Para ter uma ideia, esse tipo de motor pode ser usado em embarcações e até mesmo em aeronaves.

No mundo dos carros esportivos, temos belos exemplos de modelos equipados com V8: Mustang Boss 302 , Camaro ZL1, Corvette Stingray Z06, Audi S5, Ferrari 458 Speciale, entre muitos outros.

Novo Audi R8 V6 Turbo
Novo Audi R8 V6 Turbo

Outros motores em “V”

Além dos conhecidos motores V6 e V8, ainda temos outras duas possibilidades, que são os motores V10 e V12. Durante algum tempo os carros de Fórmula 1 eram equipados com motores V12, como por exemplo a McLaren MP4/6 com a qual Ayrton Senna foi tricampeão mundial na categoria mais famosa do mundo.

Motor V 12 da McLaren de Ayrton Senna utilizado em 1991
Motor V 12 da McLaren de Ayrton Senna utilizado em 1991

carro.blog.br

O carro.blog.br é um espaço voltado para quem ama as máquinas que nos fazem companhia tanto na rotina do dia a dia quanto na diversão do final de semana.

Vamos Bater um Papo?