Quais os melhores carros para trabalhar com Uber

Diante da crise econômica que o mundo está enfrentando, uma das soluções mais utilizadas recentemente é trabalhar como motorista de aplicativo. Mas para quem está entrando no negócio agora, pode surgir uma dúvida: qual o melhor carro para trabalhar com uber?

Dicas
1 mês atrás
Quais os melhores carros para trabalhar com Uber

Quando se trata de carro, o assunto é muito complicado, porque além dos números – e os números nunca mentem – também entra a questão de gosto pessoal, de afinidade com determinadas características, sem falar que a Uber tem várias categorias. Veja a seguir algumas sugestões que podem te ajudar na escolha.

O que estamos levando em consideração

Embora o sentimento por carros nos brasileiros seja muito forte, vamos tentar fazer uma análise puramente matemática, pois aqui se trata de ganhar dinheiro, então os números e a razão devem prevalecer sempre que possível.

Sendo assim, vamos analisar – com base em informações oficiais do Inmetro e das próprias montadoras – diversos aspectos do veículo: o consumo, custo até 60mil km com manutenções, principais peças que costumam ser reparadas (farol, lanternas, retrovisor, amortecedores, pastilhas de freios, etc.).

1. Renault Logan 1.6

Como dissemos acima, quando se trata de carro os números são apenas parte do problema. Existe também o gosto pessoal. Mas isso é com cada um de vocês. Vamos mostrar aquilo que não muda, que será igual para todos: os números.

Uma das melhores opções atualmente é o Renault Logan 1.6. Esse modelo se classifica nas categorias Uber-X e Confort, então pode ser uma boa opção para quem está começando com o aplicativo.

O preço do modelo é a partir R$ 60.490 na versão manual, e R$ 67.590 com câmbio CVT. As locadoras têm preços de locação entre R$ 1.200 e R$ 1.700, dependendo do perfil do motorista, da região, entre outras condições. As revisões até os 60 mil km ficam em apenas R$ 2.755.

O ponto forte do Logan é a motorização, ágil e extremamente econômico. Com 118cv de potência e torque de 16 kgf/m, seu consumo é de 10 km/l com etanol. Além disso, oferece como vantagem um bom espaço interno, contando com 2,63m de entre-eixos e um porta-malas com 510 litros.

Renault Logan 1.6 (foto: divulgação)
Renault Logan 1.6 (foto: divulgação)

2. Nissan V-Drive 1.0 (antigo Versa)

Outra excelente opção é o Nissan V-Drive 1.0, o conhecido antigo Versa. Trata-se de uma nova geração cujas principais mudanças são tecnológicas, para acompanhar as mais recentes mudanças no mercado e continuar competitivo.

Assim como o modelo anterior, o V-Drive também se encaixa nas categorias Uber-X e Confort. As principais características são o excelente espaço interno, o conforto e a economia de combustível, que para motoristas de aplicativo é indispensável.

O preço parte de R$ 60.590, e nas locadoras o valor médio para locação é de R$ 1.500. Mas no caso de locação os motoristas provavelmente só vão encontrar a versão antiga, o tradicional Versa, que não é nada mal. Revisões até 60 mil km R$ 2.634.

O motor é o 1.0 aspirado de 77 cv de potência e torque de 10kgfm. Como essa configuração, o modelo é capaz de render até 10 km/l com etanol. Mas aqui a única opção de câmbio é o manual de 5 marchas. Existe a opção do motor 1.6 com câmbio CVT, que embora garanta a economia de consumo, tem preço de aquisição bem mais elevado, perdendo para nossa primeira opção.

Quanto ao conforto, não há o que falar. Com entre-eixos de 2,6m e espaço de porta-mala de 460 litros, proporciona um excelente espaço interno. Quem já conhece o modelo sabe que conforto nunca foi um problema. Equipado de fábrica com ar-condicionado e vidros elétricos.

Nissan V-Drive 1.0 (foto: divulgação)
Nissan V-Drive 1.0 (foto: divulgação)

3. Fiat Argo 1.0 Firefly

Como terceira opção escolhemos o Fiat Argo 1.0, que apesar de não se classificar para a categoria Uber Confort, ficando apenas com a opção de Uber-X, também é uma excelente opção para quem pretende se aventurar como motorista de aplicativo.

O Argo conta com um visual mais moderno, com bastante tecnologia embarcada, embora peque pela questão do espaço interno em relação aos dois modelos anteriores, como é próprio de um hatch. Mas ainda assim é uma excelente opção.

O preço é consideravelmente mais baixo que os sedãs apresentados acima, ficando na casa dos R$ 52.690. Já na locação, o valor é o mesmo, uma média de R$ 1.500. Então, no caso de alugar o carro, do ponto de vista dos números os sedãs fazem mais sentido, já que podem atuar numa categoria acima. O custo de revisão até 60 mil km é de R$ 1.248.

O motor é semelhante ao do modelo acima, com o 1.0 aspirado Firefly, que proporciona 77 cv de potência e 10,9 kgfm de torque. O consumo também é semelhante, com uma média de 10 km/l abastecido com etanol.

Fiat Argo 1.0 (foto: divulgação)
Fiat Argo 1.0 (foto: divulgação)

4. Toyota Corolla GLi

Para sair um pouco das categorias mencionadas nos modelos apresentados antes, escolhemos o Toyota Corolla GLi que pode atuar na categoria Uber Black, financeiramente mais vantajosa, e que oferece um bom custo/benefício.

Quando falamos do Corolla, entramos em outro patamar. Então, a simples comparação com os modelos acima será injusta. O que queremos mostrar aqui é uma outra opção de trabalho. Para começar, o motorista na categoria Black trabalha menos e ganha mais, desde que adote uma estratégia de trabalho condizente (por exemplo ficando próximo de empresas com perfil de clientes com mais recursos financeiros).

O preço do modelo parte de R$ 102.990, e nas locadoras fica entre R$ 2.500 e R$ 3.500, o que vai depender bastante do perfil do motorista, da localização, entre outras características. Como seu valor é mais elevado, é mais recomendável que o motorista já tenha passado pela experiência das categorias anteriores, ou faça um bom planejamento. Já a revisão pode ser um pouco “salgada”, R$ 3.900.

Não é à toa que o Corolla se enquadra na categoria Black. O modelo conta com o motor 2.0 de 177 cv e mesmo assim tem um excelente consumo médio, chegando a fazer 9km/l com etanol, impressionante. Além disso, conta com isolamento acústico e 7 airbags de série, o que para o público Black faz toda diferença.

Toyota Corolla GLi 2.0 (foto: divulgação)
Toyota Corolla GLi 2.0 (foto: divulgação)

5. Chevrolet Cobalt 1.8

Para permanecer mais um pouco na categoria Black e oferecer outra opção, escolhemos o Chevrolet Cobalt 1.8 na versão LTZ. Um carro sofisticado, com bastante conforto e muita tecnologia embarcada. Sem falar no consumo bem econômico para a categoria.

O preço é outra vantagem nesse caso, bem mais baixo que o modelo japonês acima, o Cobalt parte de R$ 69.990, e o custo de manutenção até os 60 mil km é de R$ 3.476. A locação do Cobalt, numa média mensal, é de R$ 2.150.

Chevrolet Cobalt 1.8 (foto: divulgação)
Chevrolet Cobalt 1.8 (foto: divulgação)

Conclusão

As opções seriam infindáveis, poderíamos ainda mencionar o HB20 hatch, o Grand Siena, o Ford Ka, o Onix Joy, o Virtus. Mas precisávamos escolher alguns modelos cuja ficha técnica fosse mais atraente e, talvez, um pouco menos comentada.

carro.blog.br

O carro.blog.br é um espaço voltado para quem ama as máquinas que nos fazem companhia tanto na rotina do dia a dia quanto na diversão do final de semana.

Vamos Bater um Papo?