A história de Sir Stirling Moss

Sir Stirling é considerado o maior piloto da história a nunca ter conquistado um título da Fórmula 1. Ele foi quatro vezes consecutivas vice-campeão mundial, de 1955 a 1958, enquanto conquistou o terceiro lugar entre 1959 e 1961.

História
3 semanas atrás
A história de Sir Stirling Moss

Moss venceu 194 de suas 497 corridas entre 1948 e 1962, incluindo 16 grandes prêmios de Fórmula 1, sendo que nenhum outro piloto venceu tanto sem ser campeão. Foi, também, o primeiro britânico a vencer um GP em seu próprio país.

Homenagem ao grande piloto Sir Stirling Moss

Mercedes-Benz homenageia Sir Stirling Moss durante rali 1000 Miglia
Mercedes-Benz homenageia Sir Stirling Moss durante rali 1000 Miglia

Uma das corridas mais famosa do Sir Stirling foi a Mille Miglia, um enduro de 1500 km na Itália de 1955, em que ele venceu com um tempo recorde de 10 horas e 8 minutos

Foi ao volante do Mercedes-Benz 300 SLR (W196S), marcado com o famoso número 722, que Stirling Moss e seu co-piloto Denis Jenkinson conquistaram a vitória na Mille Miglia.

As corridas de rua Mille Miglia foram realizadas até 1957, e nunca alguém superou a velocidade média de 157,65 km/h do lendário piloto britânico. O Mercedes-Benz 300 SLR é equipado com motor de três litros e oito cilindros, gerando 310 cv.

Lendário modelo Mercedes-Benz 300 SLR “722” retorna a Brescia/Itália
Lendário modelo Mercedes-Benz 300 SLR “722” retorna a Brescia/Itália

Além da vitória na Mille Miglia, Stirling Moss também conquistou o primeiro lugar no RAC Tourist Trophy no Reino Unido e em Targa Florio em Itália. E no mesmo ano, pilotando o W196R Grand Prix terminou o Campeonato Mundial de Formula 1 na segunda colocação, atrás apenas de seu companheiro de equipe e o também lendário Juan-Manuel Fangio.

Diante de tantas histórias e conquistas que contribuíram de forma crucial para a Mercedes-Benz, a marca realizou uma homenagem ao lendário piloto, durante o 1000 Miglia, um dos principais eventos internacionais do automobilismo de clássicos, que aconteceu no dia 16 de junho de 2021 em Brescia, Itália, o famoso modelo que Moss pilotou saiu da rampa de largada dando início ao rali de regularidade e atravessou o centro histórico de Brescia.

Foi ao volante deste carro de corrida com o famoso número 722 que Stirling Moss e seu co-piloto Denis Jenkinson conquistaram a vitória na Mille Miglia de 1955 com um recorde que vai durar para a eternidade
Foi ao volante deste carro de corrida com o famoso número 722 que Stirling Moss e seu co-piloto Denis Jenkinson conquistaram a vitória na Mille Miglia de 1955 com um recorde que vai durar para a eternidade

O modelo original se tornou também um lendário carro de corrida fazendo parte do acervo histórico da Mercedes-Benz. E assim ele ficará guardado em um impressionante cubo de vidro no Museo Mille Miglia.

“Como uma homenagem a um grande personagem e piloto de corrida, Sir Stirling Moss, a Mercedes Benz levará o SLR 300 “722” para Brescia este ano e exibirá o veículo em várias ocasiões durante o 1000 Miglia” disse Christian Boucke, Head do Mercedes-Benz Classic.

Além disso, a Mercedes criou um livro digital de condolências em tributo ao piloto.

A morte de Sir Stirling Moss

Stirling Moss em 2008 (Franca / Flickr / Wikimedia)
Stirling Moss em 2008 (Franca / Flickr / Wikimedia)

Sir Stirling Moss morreu no dia 12 de abril de 2020 aos 90 anos. Ele já havia encerrado sua carreira após um grave acidente nas 100 milhas de Goodwood em 30 de abril de 1962.

Neste acidente Moss estava dirigindo um Lotus, e foi tão grave que ele ficou inconsciente por um mês e paralisado por seis.

Depois, Moss se recuperou e fez uma tentativa prematura de voltar, mas não se adaptou e decidiu aposentar-se, aos 81 anos.

carro.blog.br

O carro.blog.br é um espaço voltado para quem ama as máquinas que nos fazem companhia tanto na rotina do dia a dia quanto na diversão do final de semana.

Vamos Bater um Papo?