As 13 grades mais icônicas da BMW

A grade dianteira é possivelmente a primeira coisa que chama a atenção no automóvel, ela representa a personalidade do modelo, além de ser a identidade visual de muitas montadoras.

História
2 meses atrás
As 13 grades mais icônicas da BMW

Assim como os próprios carros, as grades também se transformaram e se reinventaram, impressionando a cada nova versão. O exemplo mais famoso é a grade frontal do tipo “duplo rim” da BMW, cada design diferenciado reforça características únicas das peças que fizeram história em modelos pelo mundo.

Confira o TOP 13

Da grade do BMW 303, de 1933, à polêmica grade dos novos M3 e M4, confira a lista preparada pela fabricante com as suas 13 grades mais emblemáticas.

1º BMW 303 de 1933: foi o primeiro modelo da marca a ter a famosa grade em formato de dois rins com detalhes em azul, dividida em duas longas partes verticais inclinadas para trás do lado de fora, que virou marca registrada da BMW.

BMW 303 (1933)
BMW 303 (1933)

2º BMW 503 de 1956: foi o coupé esportivo dono de uma grade dupla totalmente cromada de altura média, o formato menor foi possível graças a grade do radiador que tinha ventilação lateral dupla.

BMW 503 (1956)
BMW 503 (1956)

3º BMW 507 de 1956: foi o primeiro BMW a apresentar duas grandes entradas de ar posicionadas horizontalmente. Cujo o design foi criado por Albrecht Graf von Goertz.

BMW 507 (1956)
BMW 507 (1956)

4º BMW 1500 de 1961: as grades desse modelo eram mais estreitas do que nos modelos anteriores e colocados entre duas grades horizontais da largura do carro.

BMW 1500 (1961)
BMW 1500 (1961)

5º BMW M1 de 1978: carrega uma das menores grades já vistas em um BMW, ela parece ser lançada na extensão da cúpula de força, separadas das estreitas entradas de ar secundárias por superfícies da carroceria e ladeadas por faróis pop-up.

BMW M1 (1978)
BMW M1 (1978)

6º BMW Série 3 de 1990: o modelo recebeu uma grade plana e horizontal, mas não muito larga. Ao contrário das gerações anteriores, as duas metades do conjunto da grade do radiador foram separadas mais uma vez e os dois rins foram adaptados para o formato retangular, com cantos ligeiramente arredondados e separados das faixas do farol por outras grades, apenas por superfícies na cor da carroceria.

BMW Série 3 (1990)
BMW Série 3 (1990)

7º BMW Série 3 de 2011: nessa geração as grades encontraram as superfícies dos faróis pela primeira vez e não foram separadas das unidades de luz por grades laterais ou da cor da carroceria.

BMW Série 3 (2011)
BMW Série 3 (2011)

8º BMW i3 de 2013: até no modelo elétrico a grade aparece mesmo sem sua função técnica original. Aqui a grade que aparece é de rim gêmea plana e relativamente larga com superfícies fechadas e com realces em azul.

BMW i3 (2013)
BMW i3 (2013)

9º BMW Série 8 e BMW Z4 de 2018: nesses dois modelos mais atuais, a grade dupla de rim ganhou um contorno novo e relativamente angular. As grades se formam horizontalmente como pentágonos muito largos. Pequenas barras na cor da carroceria conectam as grades na lateral dos faróis.

BMW Série 8 e BMW Z4 (2018)
BMW Série 8 e BMW Z4 (2018)

10º BMW Série 3 Sedan também de 2018: mais uma vez o Série 3 aparece na lista, desta vez com um design moderno da grade, que combina superfícies de faróis diretamente conectadas e formato de estrutura pentagonal com novas características, como extensão mais alta do que a borda superior dos faróis e acima do capô. As bordas superiores dos faróis são conectadas entre si pela borda da grade em forma de rim no mesmo alinhamento.

BMW Série 3 Sedan (2018)
BMW Série 3 Sedan (2018)

11º BMW X7 e BMW Série 7 de 2019: esses modelos têm a grade dupla semelhante à de um BMW Série 3, incluindo a curva horizontal para a borda superior, mas com uma pequena diferença, as grades são mais marcantes e imponentes e, portanto, com mais presença e impacto.

BMW X7 e BMW Série 7 (2019)
BMW X7 e BMW Série 7 (2019)

12º BMW Série 4 Coupé de 2020: a grade desse modelo é caracterizada pelo design individual em grades grandes, verticais e inclinadas para a frente na frente do veículo.

BMW Série 4 Coupé (2020)
BMW Série 4 Coupé (2020)

13º BMW Vision iNEXT (2018), BMW Vision M NEXT (2019): aqui a BMW mostra como a grade poderia ser em modelos futuros. No Vision iNEXT elétrico, a grade dupla em forma de rim tem a forma do BMW i3, porém, bem maiores e sem a barra central. Já no M NEXT a grade é envolvida em vidro em um estilo sem barras, e ainda tem iluminação que aumenta o efeito tridimensional.

BMW Vision iNEXT (2018), BMW Vision M NEXT (2019)
BMW Vision iNEXT (2018), BMW Vision M NEXT (2019)

O design das grades chama atenção desde 1933, quando o BMW 303 foi lançado. Com o passar dos anos, os modelos se transformaram e se reinventaram, impressionando a cada nova versão. A tecnologia ganhou espaço e ajudou ainda a facilitar a vida do motorista.

carro.blog.br

O carro.blog.br é um espaço voltado para quem ama as máquinas que nos fazem companhia tanto na rotina do dia a dia quanto na diversão do final de semana.

Vamos Bater um Papo?