Machismo no trânsito: Mulher motorista faz bonito

Há quem diga que as mulheres são o máximo, aguentam dois turnos e são mães de uma família inteira. Que muitas vezes encaram a jornada dupla sem um par encarando as dificuldades a toda prova. Mas quando se trata de mulher motorista, todas nós temos uma passagem ao volante que ouvimos “Tinha que ser mulher” pra contar, ainda que na brincadeira, mas até as pesquisas mostram que elas dirigem melhor.

Novidades
7 meses atrás
Machismo no trânsito: Mulher motorista faz bonito
Bia Ludymila

Então quer dizer que a mulher é super incrível, até sentar-se para guiar um automóvel. o preconceito existe e muito escancarado. Na oficina, no laboratório, pode ser na quadra de esportes ou ainda no chão de obras. Já está todo mundo informado de que o lugar de mulher é, cada vez mais, onde ela quiser. Com todo comportamento e muita atitude, elas – nós – estamos conquistando espaço e respeito em áreas que antes eram basicamente deles até pouco tempo, nosso sexo nada frágil, prova que com atenção, competência e dedicação, o sucesso chega para qualquer um, independentemente do mercado de atuação definido.

Mulher motorista

Mulher motorista faz bonito
Mulher motorista faz bonito

Toda mulher, todo homem, qualquer que seja… É capaz de mandar bem quando se trata de dirigir, desde ruas pelo centro das cidades ou em estradas de alta rodagem. Capaz de fazer manobras e estacionar em vagas apertadinhas, como manobristas profissionais. Diante deste cenário, é fato que mulheres se interessem por ofícios que anos atrás sequer poderia ser cogitado por mulheres, como motorista!

Exercer a atividade é tão possível como chega a ser cada vez mais comum, até porque com aplicativos de condutores particulares acabaram facilitam a intermediação entre motorista e passageiro.

É algo que nos inspira e prova que o mundo está mais ‘cor de rosa’ ao ver mulheres à frente de ônibus de linha ou de viagem, vê-las guiando os trens, motos e até caminhões. Mas e a maioria que cuida todos os dias de levar as crianças para a escola, ir ao trabalho, à faculdade, sair de balada, ser a motorista da vez, estão sendo vistas? Sim!

Existem ofícios que mulheres ainda são escassas como manobrista, caminhoneira, mecânica, pilotas de caça, chapa etc. E algo deve ser observado, o número de mulheres que encaram esse tipo de desafio é crescente e até aquelas que um dia nunca imaginaram serem capazes de realizar uma ultrapassagem segura ou evitar um acidente.

Quem sou eu

Eu sou uma motorista, diria bastante habilidosa e capaz de manobrar, ainda não tive oportunidade de estar à frente de um buzão ou caminhão, nem trem. Já sabia dirigir antes da maioridade. Aprendi em Amparo, onde meus avós tinham uma chácara e meus pais tinham um clássico Vw gol bolinha azul brilhante, um cara que me ajudou até a 3ª marcha.

Toyota Yaris
Toyota Yaris

Depois disso, embreagem, arranhões, motoqueiros e multas foram pesadelos, cada um a seu modo. Ufa, passou!

Guiei motos e vários tipos diferentes de veículos, fiz entregas de jornal durante anos todas as sextas, lembro como se fosse ontem, como isso moldou meu jeito de dirigir e ia para a faculdade dirigindo uma fiorino antiga. Dificuldades e necessidades capazes de moldar todo um comportamento por trás do volante.

Há 15 anos sou motorista, com orgulho, respeito e muitos xingos – confesso!

Sobre o empoderamento feminino e Sororidade

Um assunto tão na moda, empoderamento feminino e as mulheres ainda não se deram conta que são capazes de bater recordes desde a primeira corrida de kart, imagina quando a Bia Figueiredo ou a Carmen Jordá começaram, o que passaram por cima? Seguidas por por outros nomes famosos em esportes com motor, como Tatiana Calderón entre outras mais velhas no automobilismo – seja como piloto de testes, especialista ou outra categoria.

Apostar na sua atividade como motorista também é uma forma de marcar uma posição social e exercer ativamente a sororidade (termo popular atualmente, que significa a união entre as mulheres).

Ao oferecer seus serviços de condutora, você aumenta o leque de opções disponíveis para passageiras que, por algum motivo, não se sentem seguras ao pedir carros dirigidos por homens. Como mulher motorista, você faz um trabalho benéfico para a sociedade e para outras mulheres, tem a oportunidade de trocar experiências valiosas e ainda recebe por isso!

Porque eu preciso provar 2x que dirijo melhor que qualquer cara comum

Funciona assim, o preconceito está lá. Esperando a primeira pisada na bola, dai pronto!

Então não basta dirigir bem, estar com o carro impecavel, você precisa não pisar demais no freio, acelerar adequadamente na subida e saber conduzir o veículo sem que ele passe para a faixa do lado.

Sobre bom senso

É importante, acima de tudo, ser precavida – todo o tempo. Um err apenas é o suficiente para que um acidente ocorra e suas proporções podem se graves, então se o carro do outro lado comer sua faixa, se um outro motorista não viu o cachorro que você deu preferência e buzinou com pressa ou qualquer que seja a situação, sua vida e sua calma valem mais.

Em caso de acidente, o mais indicado é que se mantenha a calma – ao invés de achar culpados, restabelecer a ordem, caso seja possível em acidentes menores e chamar a força policial para que tudo fica de acordo com a Lei.

Cabeças quentes e confusas, não pensam direito. Se alguém estiver com mais pressa que você, abra e dê passagem – nunca saberemos se alguém da família do motorista precisa de socorros, e se for de fato o motivo da pressa? Já pensou?

O que me enfurece

Pessoas que não praticam o que eu entendo por bom senso, sério. Quando preciso ultrapassar, ou o limite da via é 80 e é auto-escola seguindo com 20 km/h.

Sobre as loucuras que eu já fiz

Já tomei multa de velocidade na subida, já quebrei o retrovisor do motorista dando ré, já bati atrás, já encostei na ré e tanta outras que nem me lembro mais. O importante é que momentos de lerdos todo motorista coleciona, seja qualquer o grau de conhecimento ou experiência… todo mundo tem uma pra contar e quem nega – duvide, é impossível!

Caso você colecione alguns momentos como estes, relaxe e supere, caso contrário nunca subirá o degrau para rir da amiga sem esconder o próprio rabo. Mas é fácil, todo mundo acostuma, se eu consigo, com certeza tem gente ai que vai tirar de letra.

Sobre atitudes que ainda tenho

Passo mal quando não me deixam passar e somente abro uma ultrapassagem se tenho certeza de que meu carro e eu seremos capazes de completar o circuito sem riscos demasiados.

Busco sempre ter muita perícia no volante por conta de que um problema – ainda que seja mecânico e não tenha nada a ver com o meu estilo de direção, pode ser fatal e, minha família anda comigo. Já pensou carregar a dor de ter matado alguém?

Quando o cara percebe que perdeu

Dá dó!

Não sei quem foi que inventou a história de que mulher não sabe o que faz na condução de um veículo, seja qual for o tipo de carro. Pode ser um automóvel comum, uma motocicleta, caminhão, “combosa” ou buzão, se quiser colocar um avião caça ai, tem deusas encarando.

Divertido e terrível ao mesmo tempo, você já deve até estar se perguntando o porque. Vou explicar: quando um papaléguas cola na minha traseira achando que o 1.0 de pneus carecas manipulado por um indivíduo que carrega testosterona a níveis elevados é capaz de passar por cima do meu Kwidizinho mal, toma aquele belo susto na primeira curva ou na subida, segredo que só dá quando a rotação bate no número 5 e eu gasto meio tanque no final, só que vale a diversão.

Rompimento de padrões

Por fim, e não menos importante: tornar-se motorista mulher é sim, uma forma de contribuir para uma sociedade mais igualitária, em que profissionais do sexo feminino têm as mesmas oportunidades do que os do sexo masculino.

Ao aceitar o desafio de ser condutora e conquistar um espaço que era quase exclusivo dos homens há até pouco tempo, você marca uma posição e mostra que as mulheres têm toda a habilidade e a disposição que são necessárias para a função.

Mulher no volante é sucesso constante!

Aproveite a repercussão positiva que as condutoras têm alcançado no mercado de transporte particular e aposte em uma ocupação que trará um retorno financeiro considerável, seja como trabalho principal ou renda extra.

carro.blog.br

O carro.blog.br é um espaço voltado para quem ama as máquinas que nos fazem companhia tanto na rotina do dia a dia quanto na diversão do final de semana.

Vamos Bater um Papo?