Porque eu resolvi construir meu próprio VW Polo GTI

“Salve rapaziada, firmeza? Pra quem não me conhece, eu sou o Gustavo Ito, do canal Ito Tv e hoje galera…”, brincadeiras à parte, nada mais justo que iniciar essa coluna utilizando o bordão oficial do canal Ito Tv no Youtube, onde o protagonista (também integrante do time de colunistas do carro.blog.br), foca em trazer todo tipo de conteúdo relacionado às máquinas, sendo elas carros, motos, mobylettes, tudo que seja relacionado ao mundo dos motores.

Vídeos
4 meses atrás
Porque eu resolvi construir meu próprio VW Polo GTI

Um dos projetos mais legais que fiz foi o de criar meu próprio VW Polo GTI, versão que não tem no Brasil, então tudo começou com um Volkswagen Polo Highline.

De highline para GTI, quais as diferenças?

Preparação do Polo (Foto: Gustavo de Arruda Ito)
Preparação do Polo (Foto: Gustavo De Arruda Ito)

Dentre os outros projetos em andamento no canal, para a construção do projeto, o modelo do Polo utilizado pelo Ito Tv trata-se de um Polo 200 TSI Highline, night blue, ano de fabricação 2018. Originalmente, equipado com o famoso 1.0 tsi que rende 128cv (A) e 115cv (G) com os polêmicos “200 Nm” que acompanham o “tsi” na tampa traseira, que ninguém entende e acaba achando que é 2.0, mas na verdade representam 20,04 Kgfm de torque.

Quais as principais diferenças desse Polo HL para um legítimo Polo GTI? Tirando mudanças estéticas, essa versão esportiva do carro conta com todo um bodykit (aerofólio, difusor, saia lateral, front lip, farol, grade…), rodas aro 18 originais de fábrica, bancos semi concha e, principalmente, teto solar e motorização utilizada e conhecida por nós brasileiros, no Golf GTI, querido “hothatch” da marca no nosso país, porém sendo o Polo, calibrado para atingir seus 200cv, o que em um carro mais leve que o próprio Golf, possuindo também câmbio automático de dupla embreagem, de 6 velocidades, proporciona ao condutor uma experiência incrível ao dirigir.

Quais as mudanças estéticas ocorridas nessa saga de transformação?

Apesar de levar como base o Polo GTI que a Volkswagen não trouxe para o Brasil, a melhor parte de montar um projeto é dar a sua própria cara ao carro, sendo isso o que o faz tornar-se único. Para dar início ao projeto, as primeiras mudanças foram estéticas, com a instalação do “bodykit full” do polo GTI, onde foram feitos os seguintes upgrades:

  • Aerofólio do polo GTI;
  • Difusor traseiro do Polo GTS OEM (mesmo usado no GTI);
  • Ponteira de saída dupla de 4 polegadas (um toque de ousadia, um pouco de personalidade na traseira);
  • Rodas réplicas do Polo GTI aro 17 (não foram colocadas 18 pelo fato da performance, assunto do próximo tópico);
  • Pneu Goodyear;
  • Instalação dos canards que juntamente as capas de retrovisor foram pintados da cor do painel do Polo versão HL ( inspirados na cor dos retrovisores da Audi S3);
  • Grade do Polo GTI importada;
  • Font lip e lip lateral (até o momento de borracha enquanto não entram os de fibra);
  • Pintura das pinças de freio em vermelho;
  • Colunas black piano;
  • Paddle shift pretos;
  • Customização GTI no volante;
  • Aplique central da manopla de cambio com detalhe dsg;
  • Emblemas laterais e traseiro GTI ( originais Golf GTI mk7);
  • Limpador delete, remoção do limpador traseiro pra estética clean ( razão de exclusão do post do grupo do F.B devido uma treta do tamanho de uma semana).

Qual o “setup” de preparação?

A ideia de swap nunca passou pela cabeça, justamente pelo fato de não possuir um modelo desse no país, para ser usado como doador de peças e também, por achar desnecessário a adaptação da mecânica de um Golf GTI mk7, em razão de acreditar no potencial de preparação e tempo de desenvolvimento de preparações do motor original, mesmo que, não exista comparação e que sejam mundos completamente opostos. Atualmente, o carro roda pelas ruas com o famoso “stage2” Npc performance, contando com:

  • Filtro K&N inbox;
  • Remap stage 2;
  • Downpipe ( famoso cat delete).

O conjunto da obra, calibração mais filtro e downpipe, resultou no Polo TSI mais forte já feito pela Npc até hoje, com um stage 2 que resultou 133whp (potência nas rodas) e, 24,05Kgfm de torque. Para remover o “delay” do acelerador eletrônico, o carro conta também com o famoso Gás pedal.

Quais os próximos upgrades?

Já de início, na próxima segunda-feira, informação em primeira mão cedida ao blog, o projeto vai receber molas esportivas Eibach pro kit, molas desenvolvidas para serem “plug and play”, sem necessidade de carga no amortecedor, para uma melhora tanto estética, quanto de performance, melhorando o chão do carro. O próximo passo será a instalação do sistema de pressurização com válvula. A partir da instalação da pressurização, o foco estará inteiramente voltado ao interior do carro. A ideia principal é fazer a troca do couro dos bancos pelo tecido xadrez do Golf GTI mk7, instalação das soleiras e pedaleiras do Polo GTI, capa de volante em alcantara e cintos de segurança e vermelho. Depois do interior, irá ser avaliado a instalação do farol do Polo GTS.

Qual sensação de montar um projeto como esse?

“A sensação de montar um projeto desse nível e algo inacreditável, mentalizar, projetar e aos poucos ver o sonho se concretizando, com total apoio da família e, principalmente do meu pai, que me introduziu ao mundo e também faz por onde pra ver o projeto sendo realizado, me ajudando de todas as maneiras e curtindo o carro junto comigo”

Existe preconceito com projeto?

VW Polo (Foto: Gustavo de Arruda Ito)
VW Polo (Foto: Gustavo de Arruda Ito)

Resposta da entrevista realizada: “Projeto não é projeto se não divide opiniões. Isso faz com que o carro se torne diferente dos outros, que se torne único. Se divide opiniões é porque está diferente e como já diz o ditado, prego que se destaca é martelado. Existem aqueles que me chamam nas redes e dizem que o carro está sensacional e que vai se tornar inspiração para o seu próprio projeto, existem aqueles veem o carro parado e perguntam se é GTI mesmo e quando respondo que estou montando, elogiam. Assim como existem aqueles que julgam, falam que sem a mecânica nunca seria um GTI, dizem que posso fazer qualquer coisa que o carro nunca será um Polo GTI. A idéia é essa, montar um Polo GTI da minha maneira, independente do documento, ninguém anda na rua com o documento e sim com o carro. O carro está bonito, está andando bem então pra mim já basta e é isso, as pessoas deveriam se importar menos com a opinião alheia e montar o carro como elas mesmas quiserem, carro é o reflexo da sua personalidade…”

Quer acompanhar o projeto?

Agora o Polão além de muito mais bonito, fará muito mais curva! Eibach pro kit nele (Foto: Gustavo de Arruda Ito)
Agora o Polão além de muito mais bonito, fará muito mais curva! Eibach pro kit nele (Foto: Gustavo de Arruda Ito)

Não deixe de considerar a sua inscrição no canal Ito Tv do Youtube para não ficar de fora das cenas dos próximos capítulos. Assim como no começo da matéria “aguardo vocês, no próximo vídeo”.

Não importa o estilo, em um só lugar é possível acompanhar projetos de carros placas pretas, preparados, mobylettes originais, ou, com motores de competição (ignição, carburador Koso, vela de Rd 350…), projetos de motos “café racer” e muito mais, tudo aquilo que um verdadeiro entusiasta procura quando acessa a plataforma. Com um conteúdo 100% informal, mas produzido por um verdadeiro gearhead, não fique de fora, segue o link do canal:

carro.blog.br

O carro.blog.br é um espaço voltado para quem ama as máquinas que nos fazem companhia tanto na rotina do dia a dia quanto na diversão do final de semana.

Vamos Bater um Papo?