40 anos do Citroen 2CV Charleston

O Citroën 2CV foi um dos modelos mais populares da marca, criado em 1948.

História
5 meses atrás
40 anos do Citroen 2CV Charleston
Citroen 2CV no Retro Classics 2018 (Foto: Alexander Migl / Wikimedia)

Os últimos 2CV produzidos foram Charleston, em 27 de julho de 1990. Em outubro de 1980 a Citroën apresentou o 2CV 6 Charleston, no estande do Paris Motor Show. Chique e peculiar, o 2CV 6 Charleston incorporou o mais alto grau de acabamento e potência vistos no 2CV, com um carácter próprio e um visual em duas cores.

Apenas 8.000 exemplares foram lançados, a um preço de 24.800 francos.

Principal destaque do Citroën 2CV

2CV First generation "Ripple bonnet" from 1949 to 1960 (Jamieli~commonswiki)
2CV First generation “Ripple bonnet” from 1949 to 1960 (Jamieli~commonswiki)

A sigla CV que faz parte da denominação do Citroën 2CV vem de “cheval fiscal” ou potência fiscal, uma unidade usada para taxar o veículo. Apesar de estar relacionada, entre outros fatores, à potência do motor, a sigla CV nesse caso, não expressa a potência.

O memorável 2CV tem 10 séries especiais, Spot, Charleston, 007 James Bond, França 3, Dolly, Cocorico, Marcatelo, Ente Grün, Bamboo e Perrier. Foram lançados na França e em alguns países europeus, como Espanha, Inglaterra, Bélgica, Alemanha e Suíça, entre os anos de 1976 e 1988. Em 2008, para o 60º aniversário do 2CV, uma série limitada Charleston foi lançada em outro modelo da linha Citroën: o C3 Pluriel Charleston, que recebeu o mesmo biton Rouge Delage e tratamento em Preto.

Em julho de 1981, o sucesso do 2CV Charleston foi tanta que a edição limitada tornou-se ilimitada, passou a ser produzida em massa. Porém essa versão foi diferente da edição limitada, ela se difere pela adoção de faróis cromados e estofamento cinza decorado com estampas em formato de diamantes.

Citroën 2CV
Citroën 2CV

O primeiro modelo nas cores Red Delage e Preto recebeu em julho de 1982 uma variante em Helios Yellow e Preto, que, em julho de 1983, foi substituída por uma versão pintada em dois tons de cinza, Nocturne Grey e Cormorant Grey. Ao todo foram 5.114.969 unidades produzidas do 2CV. Os dois últimos, produzido em 1990 foram o 2 CV 6 Charleston Nocturne cinza e outro Cormorant Grey.

Sobre o 2CV Charleston

Citroen 2CV Charleston
Citroen 2CV Charleston

O 2CV 6 Charleston carrega todo o encanto e simplicidade do 2CV, com uma pintura bicolor inimitável cujos tons são separados por um recorte arredondado, que lembra as linhas do protótipo 2CV de 1939. A cor mais escura cobre a parte inferior da carroceria, os para-lamas e também o teto até o topo do para-brisa. A cor mais clara cobre o porta-malas, o capô, a janela e a moldura do para-brisa, assim como as rodas. Duas linhas brancas contornam a parte superior das janelas, seguindo o seu arredondamento e, acima, um anel cromado enfeita a maçaneta das portas.

Enquanto a edição limitada Charleston recebe faróis em vermelho Delage, os modelos produzidos em série têm faróis cromados. Os para-choques são pintados em cinza metálico e um adesivo com o monograma identifica o modelo no porta-malas. As soleiras laterais recebem hastes cromadas, enquanto as rodas são dotadas de calotas também cromadas, inspiradas no Dyane. Com o mesmo nível de acabamento do 2CV 6 Club, o painel está equipado com o velocímetro grande e botões retangulares para operar os controles do limpador, luzes do pisca alerta e o indicador de nível de fluído de freios. Há também o volante característico do modelo que tem sido usado no topo da gama 2 CVs desde 1976. Ele ainda conta com duas paletas quebra sol, uma das quais está equipada com um espelho de maquilagem para o passageiro. Atrás deles estão os dois ganchos de liberação da parte superior para que possam ser abertos por dentro.

O interior das portas é forrado com tecido cinza e uma tira de plástico preto, incluindo a alça em sua moldura para facilitar o fechamento. O 2CV 6 Charleston recebe, em sua edição limitada, estofamento “Pieds de Coq ” enquanto a versão destinada para a série ilimitada é fornecida com estofamento cinza decorado com padrões em forma de diamante.

Ao contrário do 2CV 6 Club e do Spècial, a opção de embreagem centrífuga não está disponível.

O motor do 2CV 6 Charleston sempre permaneceu o mesmo, motor A06 / 635, com potência de 29 cv DIN a 5750 rpm. As performances se devem graças à adoção de um carburador Solex 26/35 CSIC de cano duplo em 1978. De resto, este motor de 602 cm³, instalado em fevereiro de 1970, mantém suas características principais. O diâmetro e o curso ainda são de 74×70 mm, resultando em uma taxa de compressão de 8,5 e um torque de 4 mkg a 3500 rpm. O equipamento elétrico de 12 volts possui um alternador de 28 amperes conectado por uma correia a uma polia que aciona a hélice de refrigeração de 9 pás. A suspensão é uma interação entre as rodas dianteiras e traseiras equipadas com molas helicoidais. Os freios a tambor dianteiro e traseiro são controlados por um único cilindro mestre.

Hoje, um 2CV Charleston em boas condições está avaliado em € 14.500 para a série limitada e € 10.500 para a versão convencional.

FICHA TÉCNICA

Interior do Citroën 2CV
Interior do Citroën 2CV

  • Comprimento: 3,83m
  • Largura: 1,48m
  • Altura: 1,60m
  • Distância entre eixos: 2,40m
  • Número de assentos: 4
  • Motor: A06 / 635
  • Cilindrada: 602 cm3
  • Diâmetro: 74 mm
  • Curso: 70 mm
  • Relação de compressão: 8,5
  • Torque: 4mkg a 3500 rpm
  • Combustível: Gasolina
  • Potência fiscal: 3 CV
  • Potência real: 29hp DIN a 5750 rpm
  • Pneus: 125/15
  • Relação potência / peso: 17,0
  • Peso vazio em ordem de marcha: 560 kg
  • Freios Dianteiros: a tambor e freios a disco de 1982
  • Freios Traseiros: a tambor
  • Freio de mão: controle mecânico nos freios dianteiros

carro.blog.br

O carro.blog.br é um espaço voltado para quem ama as máquinas que nos fazem companhia tanto na rotina do dia a dia quanto na diversão do final de semana.

Vamos Bater um Papo?