Em 1961 a Citroen apresentou à imprensa o AMI 6

Nada como relembrar um modelo que bateu o recorde em vendas na época em que foi lançado, e acompanhar toda a trajetória, desenvolvimento e grandes inovações que a marca teve no decorrer desse tempo.

História
6 meses atrás
Em 1961 a Citroen apresentou à imprensa o AMI 6

A Citroen começou a fazer muito sucesso em suas vendas, procurando sempre lançar aquele modelo com design chamativo, e elegante pra época, além de proporcionar conforto e inspirações aos seus consumidores.

O AMI 6 apresenta por aí várias especificidades, inclusive diversas curiosidades sobre seu modelo. Fabricado de modo diferencial, com muitas inspirações nos estilos de vida das pessoas, ele com certeza fez muito sucesso e agradou a todos os consumidores. Vamos conhecer mais sobre ele.

Design

En 1961, a construtora Citroën possuía dois modelos que se posicionavam nos dois extremos, o 2CV e o DS. Havia por isso a necessidade de preencher uma lacuna na oferta da marca, é então que surge o Ami 6.
En 1961, a construtora Citroën possuía dois modelos que se posicionavam nos dois extremos, o 2CV e o DS. Havia por isso a necessidade de preencher uma lacuna na oferta da marca, é então que surge o Ami 6.

A parte externa do veículo é otimizada e moderna, pois Flaminio Bertoni que é projetista, em conjunto com a equipe da Citroen, teve a total liberdade para desenhar o estilo do carro baseado em suas inspirações e criatividade, e o resultado, não poderia ter ficado melhor.

Pode-se observar que o teto apresenta um padrão em Z, e as linhas tracejadas do veículos são muito bem distribuídas, apresentando um vidro traseiro exposto de modo que a chuva não o suje, mas que exista um bom espaço no porta-malas e parte de trás do veículo.

Atualmente, um modelo Ami 6 em bom estado é avaliado a partir de 5000 €;
Atualmente, um modelo Ami 6 em bom estado é avaliado a partir de 5000 €;

Ainda na parte de fora, pode-se perceber um estilo barroco do veículo, pois ele se apresenta com um leve abaulamento no capô dianteiro, faróis maiores do que os habituais e linhas laterais extremamente detalhadas, marcando cada parte do AMI 6. Além dessas inovações, podemos contar com uma das principais novidades, que foi o vidro traseiro invertido apresentando uma silhueta em linha Z.

O nome Ami 6 é uma associação fonética derivada do nome do projeto (veículo AM), da palavra miss (“senhorita”, em inglês) e da palavra amici (“amigos”, em italiano), provavelmente inspirado por seu projetista, o italiano Flaminio Bertoni
O nome Ami 6 é uma associação fonética derivada do nome do projeto (veículo AM), da palavra miss (“senhorita”, em inglês) e da palavra amici (“amigos”, em italiano), provavelmente inspirado por seu projetista, o italiano Flaminio Bertoni

Na parte interna podemos perceber algumas características parecidas em relação a versão DS, além de apresentar todo o conforto e modernidade para os consumidores. Os volantes tem um aspecto único e sofisticado, os bancos trazem um ar de aconchego e outros equipamentos continuam seguindo a linha da inovação e originalidade.

Especificações do veículo

Vamos começar pelo modelo de 1961 Ami 6: Ele veio pra revolucionar e mudar alguns conceitos, em sua composição apresenta um motor Tipo M 4, com 602 cm³ de cilindradas, capacitando em uma potência de 22 cv, gerando até 4.500 rpm. O cavalo fiscal ainda podemos contar com 3 CV.

O modelo Ami 6 station wagon de 1964, que veio pra impulsionar a venda dos sedãs, foi apresentado com um motor do tipo M 4, com 602 cm³ de cilindrada, devolvendo uma potência um pouco além do Ami, sendo 25,5 cv, resultando em 4.750 rpm. O cavalo fiscal também permanece na linha de 3 CV.

Citroën Ami 6 break 1967 (foto: Bobo974 / Wikimedia)
Citroën Ami 6 break 1967 (foto: Bobo974 / Wikimedia)

Os valores de lançamento variavam um pouco entre 4.950 até 7.140 Francos, tudo dependia dos equipamentos em conjunto do veículo, estilos e versões a serem escolhidas pelos amantes do Sedã.

Curiosidades do AMI 6

Uma expedição batizada de Le Tour de Gaule d'Amisix foi organizada pela Citroën, partindo de Rennes-La-Janais em 19 de janeiro de 1966, com dois Ami 6 station wagon de série para demonstrar a resistência e as qualidades do modelo na estrada. Na chegada, 23 horas e 11 minutos depois e sob a supervisão de um oficial de justiça, a equipe havia percorrido 2.077 km a uma velocidade média de 89,6 km/h
Uma expedição batizada de Le Tour de Gaule d’Amisix foi organizada pela Citroën, partindo de Rennes-La-Janais em 19 de janeiro de 1966, com dois Ami 6 station wagon de série para demonstrar a resistência e as qualidades do modelo na estrada. Na chegada, 23 horas e 11 minutos depois e sob a supervisão de um oficial de justiça, a equipe havia percorrido 2.077 km a uma velocidade média de 89,6 km/h

Uma curiosidade interessante relacionada ao modelo, é que provavelmente por inspirações do projetista Flaminio Bertoni, a nomenclatura do AMI 6 tem o seu som derivado do nome do projeto da AM, assim permanece em junção com duas palavras: Miss (senhorita) e amici (amigos em italiano).

O novo modelo serviu para uma primeira descentralização da marca, em diversos países da Europa, se espalhando depois no mundo inteiro por suas incríveis capacidades de fabricações exclusivas. Contudo, não é à toa que as vendas subiram para 550.000.

Nos dias de hoje, você pode ter o seu modelo preferido em miniatura, pois as suas fabricações pararam em um certo período. Mas ainda pode ser encontrado por algumas pessoas que fazem a relíquia da vez, sendo assim, atualmente o modelo Ami 6, está avaliado acima de 5000 €.

Foi extraordinário como os modelos conseguiram impactar e revolucionar as vendas em diversos países por sua modernidade, inovação e exclusividade, conquistando a diversos consumidores da época, inclusive nos dias atuais.

A marca Citroen

Com 102 anos de história, a Citroen deu muito o que falar, oferecendo seus modelos exclusivos baseados no conforto e inspirados em pessoas e seus devidos estilos de vida. A marca começou sua carreira em 1919, e até hoje, continua fazendo muito sucesso nas suas fabricações.

A partir de uma fabricação de engrenagem com formatos em V, André Citroen começou a fazer sucesso, vendendo a peça em altas quantidades. Com esses crescimentos, começou a investir mais no ramo automobilístico. Mas nem tudo são flores, ele acabou falecendo com 57 anos, e já havia passado por algumas dívidas e intercorrências financeiras, mas isso não abalou tanto o desenvolvimento da marca.

A partir de então, já com os sucessos realizados pelo trabalhado de André, a marca continuou a ser produzida e fabricada, e com todo esse crescimento ela acabou se dissipando para outros países também, deixando sua história em cada local. Atualmente, ela é uma empresa que busca inspirações e inovações, batendo recordes em vendas, só em 2019, ela vendeu 1 milhão de veículos por pelo menos 90 países.

carro.blog.br

O carro.blog.br é um espaço voltado para quem ama as máquinas que nos fazem companhia tanto na rotina do dia a dia quanto na diversão do final de semana.

Vamos Bater um Papo?