Veículos autônomos e elétricos devem vir de aliança entre Ford e Volkswagen

Como já foi anunciado, a Ford e o Grupo Volkswagen anunciaram uma aliança global, esta parceria deve resultar em produções de automóveis em conjunto, mas longe do que já vivemos com a Autolatina, uma joint venture entre estas empresas nos mercados brasileiro e argentino, entre 1987 e 1996.

Notícias
1 mês atrás
Veículos autônomos e elétricos devem vir de aliança entre Ford e Volkswagen

Liderar a plataforma de condução autônoma

O CEO do Grupo Volkswagen, Dr. Herbert Diess; o Presidente e CEO da Ford, Jim Hackett, e o CEO da Argo AI, Bryan Salesky, anunciaram que a Volkswagen está se unindo à Ford para investir na Argo AI, empresa de plataformas de tecnologia de veículos autônomos.

Colaboração com ARGO AI objetiva liderar a plataforma de condução autônoma para a indústria
Colaboração com ARGO AI objetiva liderar a plataforma de condução autônoma para a indústria

Trabalhando junto com a Ford e a Volkswagen, o sistema de condução autônoma da Argo AI (SDS – Self-Driving System ou Condução Autônoma) é o primeiro com planos de implantação comercial para Europa e Estados Unidos. Somado a isso, a Argo AI é capaz de acompanhar o alcance global de ambas as fabricantes de automóveis, e sua plataforma tem o maior potencial de implantação geográfica do que qualquer tecnologia de condução autônoma até hoje.

A Volkswagen e a Ford vão integrar de forma independente o sistema SDS da Argo AI no sentido de produzir veículos para apoiar iniciativas distintas de mobilidade de pessoas e cargas de ambas as companhias.

O foco da Argo AI continua sendo a entrega de um SDS SAE Nível 4 capaz de ser aplicado em serviços de compartilhamento de veículos e entrega de mercadorias em áreas urbanas densas.

A Ford e a Volkswagen terão uma participação igual na Argo AI e, combinadas, a Volkswagen e a Ford possuirão uma parte majoritária substancial. O restante será de propriedade dos dois fundadores da Argo AI e de um fundo de incentivos para empregados da Argo AI. A transação completa está sujeita a aprovações regulatórias e condições para fechamento.

Jim Hackett e Herbert Diess
Jim Hackett e Herbert Diess

“Enquanto a Ford e a Volkswagen continuam independentes e competitivas no mercado, formar um time e trabalhar com a Argo AI nesta tecnologia nos permite oferecer capacidade, escala e alcance geográfico incomparáveis”, disse Hackett. “Desbloquear as sinergias em várias áreas nos permite mostrar o poder de nossa aliança global nesta era de veículos inteligentes para um mundo inteligente”.

Os líderes da empresa também anunciaram que a Ford se tornará a primeira fabricante de automóveis além do Grupo VW, a usar a arquitetura de veículos elétricos da Volkswagen e a plataforma elétrica modular (Modular Electric Toolkit – MEB) para a criação de um veículo de alto volume com emissão zero na Europa a partir de 2023.

A Ford espera entregar mais de 600.000 veículos europeus usando a arquitetura MEB em seis anos, com um segundo modelo da Ford totalmente novo para clientes europeus, em discussão. Isso dá suporte à estratégia europeia da Ford, que envolve continuar atuando em seus pontos fortes – incluindo veículos comerciais, crossovers cativantes e veículos icônicos importados, como Mustang e Explorer.

A Volkswagen começou a desenvolver sua arquitetura MEB em 2016, investindo aproximadamente US$ 7 bilhões nessa plataforma. A montadora está planejando usar essa plataforma para fabricar aproximadamente 15 milhões de carros somente para o Grupo Volkswagen na próxima década.

Para a Ford, usar a arquitetura MEB da Volkswagen faz parte de seu investimento de mais de US$ 11,5 bilhões em veículos elétricos no mundo todo – e apoia o compromisso da Ford em oferecer aos seus clientes europeus uma ampla gama de veículos elétricos ao mesmo tempo em que cumpre seus compromissos de sustentabilidade.

Parceria entre Volkswagen e Ford
Parceria entre Volkswagen e Ford

“Olhando adiante, mais e mais clientes e o meio ambiente se beneficiarão da arquitetura líder da indústria para veículos elétricos, da Volkswagen. Nossa aliança global está começando a demonstrar uma promessa ainda maior e continuamos a olhar para outras áreas com as quais poderíamos colaborar”, afirmou Herbert Diess. “A expansão da nossa MEB reduz os custos de desenvolvimento para veículos com emissões zero, permitindo uma adoção global mais ampla e rápida dos veículos elétricos. Isso melhora as posições de ambas as empresas por meio de uma maior eficiência do capital, maior crescimento e melhora a competitividade”.

A aliança, que abrange as colaborações fora dos investimentos conjuntos da Volkswagen e Ford na Argo AI, não envolve a co-propriedade entre as duas empresas. A Argo AI é governada por um comitê conjunto. Este comitê é liderado por Jim Hackett e Herbert Diess e inclui executivos seniores de ambas as empresas.

As empresas também estão no caminho certo para entregar picapes médias para clientes globais, com o objetivo de iniciar em 2022, seguido por vans comerciais.

Equidade de acionistas na Argo AI

A Volkswagen investirá US$ 2,6 bilhões na Argo AI, comprometendo-se com US$ 1 bilhão em capital e contribuindo com sua empresa de Condução Inteligente Autônoma (Autonomous Intelligent Driving – AID) com US$ 1,6 bilhão, e inclui mais de 200 empregados – a maioria deles desenvolvem tecnologia de condução autônoma para o Grupo Volkswagen.

A Volkswagen também comprará ações da Argo AI da Ford por US$ 500 milhões ao longo de três anos. A Ford investirá os US$ 600 milhões restantes de seu investimento de US$ 1 bilhão em capital anunciado previamente na Argo AI.

A transação completa representa um valor de mercado para a Argo AI em torno de US$ 7 bilhões.

Ambas as fabricantes de automóveis veem um potencial significativo, incluindo lucro crescente, explorando novas áreas de negócios ligadas à tecnologia autônoma.

A Argo AI planeja trabalhar junto à Ford e Volkswagen para fornecer a tecnologia de veículos autônomos que as montadoras precisam para entregar veículos de condução autônoma totalmente integrados que possam ser fabricados em escala para uma implantação segura, confiável e durável em serviços de compartilhamento de veículos e entrega de mercadorias.

“A Argo AI foi feliz em atrair talentos de classe global devido à nossa clara missão e ao compromisso de implantação de nossos parceiros, e junto com os empregados da AID, teremos uma força de trabalho global para nos ajudar a atrair e reter os melhores talentos”, disse Salesky, fundador da Argo AI. “Além disso, graças à Ford e à Volkswagen, a tecnologia da Argo AI pode um dia alcançar praticamente todos os mercados da América do Norte e da Europa, aplicados em várias marcas e em uma infinidade de arquiteturas de veículos”.

Baseada em Munique, na Alemanha, a AID será a nova matriz europeia da Argo AI e será liderada pelo atual CEO da companhia Karlheinz Wurm. Com a ampliação dos empregados da AID, a Argo AI crescerá de 500 para aproximadamente 700 empregados globalmente.

Além de sua sede global em Pittsburgh, na Pensilvânia, a nova localização europeia em Munique marcará o quinto centro de engenharia da Argo AI, ao lado de Dearborn (no estado norte-americano de Michigan), Cranbury (New Jersey) e Palo Alto (Califórnia). Colaborando com a Ford, a Argo AI também está testando sua tecnologia em Miami e Washington D.C., onde juntos planejam a implantação de serviços comerciais.

Ford usará a arquitetura de veículos elétricos MEB da Volkswagen para 600.000 veículos

A Ford planeja projetar um novo modelo baseado na plataforma de veículos elétricos MEB, que começará a chegar em 2023, em Köln-Merkenich, na Alemanha. A Volkswagen fornecerá peças e componentes MEB como parte da colaboração.

Ambas as empresas também continuarão a visar áreas adicionais onde possam trabalhar juntas em veículos elétricos – uma prioridade estratégica chave para ambas as empresas, à medida que acelerem a transição para uma mobilidade sustentável e acessível.

O acordo com a Ford é uma pedra fundamental na estratégia elétrica da Volkswagen, apoiando o crescimento da indústria de mobilidade elétrica e facilitando esforços globais para alcançar o Acordo de Paris 2050.

Colaboração para van comercial e picape continua avançando

A Ford e a Volkswagen continuam avançando em seu plano anunciado anteriormente para aprimorar suas respectivas forças em vans comerciais e picapes médias nos principais mercados globais. O trabalho nessas linhas de veículos criará eficiências significativas para cada empresa.

A Ford vai projetar, fornecer e construir a picape média previamente anunciada para ambas as empresas para clientes na Europa, África, Oriente Médio, Ásia-Pacífico e América do Sul, com picapes que devem chegar aos principais mercados a partir de 2022.

Para ambas as empresas, a Ford pretende projetar, fornecer e construir vans comerciais grandes para clientes europeus a partir de 2022, e a Volkswagen pretende desenvolver, fornecer e construir uma van urbana para venda na Europa e em outros mercados globais selecionados.

A Volkswagen e a Ford têm fortes negócios complementares de van comercial e picape ao redor do mundo, com modelos de popularidade, incluindo a linha Ford Transit e a Ranger, bem como o Volkswagen Transporter, Caddy e Amarok.

Como ambas as empresas esperam que a demanda dos clientes por picapes médias e vans comerciais cresça globalmente nos próximos cinco anos, a colaboração nesses segmentos-chave permitirá que tecnologias melhores e mais inovação alcancem seus respectivos clientes mais rapidamente – com melhor utilização da capacidade das fábricas.

*Com informações da Volkswagen.

carro.blog.br

O carro.blog.br é um espaço voltado para quem ama as máquinas que nos fazem companhia tanto na rotina do dia a dia quanto na diversão do final de semana.

Vamos Bater um Papo?