Chevrolet vai sair do Brasil? Ainda não!

É um tanto quanto esquisito ler notícias de que uma das maiores fabricantes de automóveis do mundo, a Chevrolet, que tem um de seus veículos o mais vendido do país de forma disparada dizer que pretende sair do país, não?

Notícias
7 meses atrás
Chevrolet vai sair do Brasil? Ainda não!

Pois é, esta contraditória ameaça foi realizada pela marca americana, que conta com carros conhecidos como Cruze, Spin, Cobalt, Tracker, Prisma, S10 e o líder de vendas no mercado nacional Onix.

Existe justificativa?

A ameaça da Chevrolet foi feita visto que, com os custos altíssimos e falta de incentivos, seria mais rentável a empresa fechar a fábrica em São Caetano do Sul (SP) e evitar sucessivas perdas.

A marca mesmo contando com o carro mais vendido do Brasil não consegue sustentar seus gastos, visto que os veículos mais vendidos da mesma são de menor valor, acarretando em menores lucros quando comparada com outras marcas concorrentes.

Já que as vendas não estavam dando conta de manter a fábrica, com os gastos elevados e falta de incentivos, a Chevrolet ameaçou sua retirada em forma de protesto.

Como foi resolvido?

Após esta declaração, foi formado um verdadeiro clima de tensão, onde não apenas o carro mais vendido do Brasil sairia de cena, como também milhares de trabalhadores ficariam desempregados.

Visto a enorme repercussão, mudanças começaram a ocorrer. A Chevrolet anunciou um corte de gastos mudando a comissão de seus funcionários de 5% para 4% e a renegociação do salário dos mesmos, além disso busca negociar melhores preços com seus fornecedores. Além da marca americana, o governo do estado de São Paulo negocia descontos e redução de tributos, de acordo com o secretário da fazenda e ex-candidato a presidência da república Henrique Meirelles.

Quais as consequências?

Após o começo das medidas ser inicializado, a Chevrolet desmentiu sua saída e ainda por cima anunciou um grande investimento previsto de cerca de R$ 10 bilhões para ser utilizado entre 2020 e 2024.

Com isso, os empregos irão continuar a serem produzidos e mais veículos serão projetados pela marca.

Projetos como os novos prisma e ônix, além da Tracker 2020 são esperados para saírem do papel graças a estas medidas. Outros veículos como a nova S10, Trailblazer e mais algum outro carro (Um SUV maior que o Tracker ou um novo sedan médio são especulados) são projetos que a Chevrolet pretende tirar do papel.

O fato é que a Chevrolet viu a necessidade de reduzir custos e, para não alterar seus preços de forma agravante, precisou realizar uma ameaça que assustou (e muito) os trabalhadores e os amantes dos veículos da fabricante americana.

carro.blog.br

O carro.blog.br é um espaço voltado para quem ama as máquinas que nos fazem companhia tanto na rotina do dia a dia quanto na diversão do final de semana.

Vamos Bater um Papo?