Como consultar a pontuação da CNH

20 pontos atingidos na CNH e muita dor de cabeça para resolver. Para evitar ter a carteira de habilitação suspensa e sobretudo cassada, saiba como consultar os pontos computados, as multas recebidas e conhecer as condições para recorrer às infrações.

Novidades
11 meses atrás
Como consultar a pontuação da CNH
Aen/Divulgação

O processo de pontuação

Como já é de conhecimento geral, as infrações de trânsito no Brasil são punidas com multas e pontuação na CNH (Carteira Nacional de Habilitação) de acordo com a gravidade.

Com efeito, a quantidade de pontos é computada de acordo com as quatro categorias de infrações tal como constam no art. 259 do CTB:

  • Leve – 3 pontos
  • Média – 4 pontos
  • Grave – 5 pontos
  • Gravíssima – 7 pontos

Uma vez atingido o limite de pontos o motorista pode ter a CNH suspensa por um período de até dois anos, no caso de reincidência, além de ter que fazer um curso preventivo de reciclagem.

O não cumprimento das penalidades, por exemplo, dirigindo com CNH suspensa, imputa na cassação da carteira durante o período de dois anos e na exigência de refazer o processo de habilitação.

Como consultar os pontos

O primeiro esclarecimento a fazer é que o limite de pontos permitidos na CNH são 19, pois a partir de 20 pontos já pode ser aberto um processo de suspensão da carteira. Já motoristas profissionais não podem atingir 14 pontos.

Para quem acabou de tirar a carteira, quer dizer a PPD (Permissão para Dirigir), com validade de 12 meses, não é permitido cometer infração grave ou gravíssima, bem como não ser reincidente em infração de natureza média.

Não pense também que ao virar o ano toda a pontuação expira. A validade anual das infrações é contada a partir da data cometida por cada infração. Logo se você atingir 19 pontos em um mês, por exemplo, terá que ter prudência máxima para não cometer infração alguma durante os próximos doze meses.

Portanto, controlar os pontos é fundamental e uma tarefa simples de fazer. Existem três modos de consultar a pontuação:

  • Apresentando sua CNH em alguma unidade física do Detran
  • Acessando o site do Detran
  • Instalando o aplicativo do Detran Autocheck

Suspensão imediata da CNH

Contudo, há algumas infrações gravíssimas que suspendem a CNH independente do número de pontos, entre as quais estão:

  • Conduzir embriagado
  • Disputar racha
  • Empinar a moto
  • Escapar do bloqueio policial
  • Motociclista ou acompanhante sem capacete
  • Não prestar socorro à vítima se for o causador do acidente
  • Recusar o teste do bafômetro

Como indicar o infrator

No caso de flagrante, o condutor atuado é o que recebe a infração e os pontos. Quando não há a autuação direta pelo guarda de trânsito, quem responde pela infração é o proprietário do veículo. Se o mesmo não for o infrator, poderá então indicar o condutor responsável por meio da própria Notificação de Autuação por Infração.

Os requisitos necessários para fazer indicação de infração constam:

  • Cumprir o prazo estabelecido na notificação
  • Preencher a notificação com os dados do infrator
  • Encaminhar cópias das CNH do condutor e do proprietário
  • Ambos assinarem a notificação

Como recorrer às infrações

Embora o modo mais correto para não receber infrações e acumular pontos é respeitar as leis de trânsito, falhas nas atuações podem ocorrer. Qualquer um pode estar sujeito a uma má sinalização de trânsito, um registro equivocado de radar ou erros humanos no registro da notificação.

Portanto, é direito do motorista recorrer a qualquer multa. Para tanto, mantenha sempre o endereço do documento do veículo atualizado. Do contrário, você pode ser atuado e nem tomar conhecimento, assim como nem terá como fazer sua defesa ou indicação.

Enquanto o processo de defesa está em curso os pontos não são registrados na CNH. A suspensão definitiva dos pontos vai depender da justificativa apresentada embasada na lei e no fornecimento de provas.

Mesmo que o processo de Defesa Prévia indicada pela própria notificação não seja deferido, o condutor ainda terá duas instâncias para recorrer por ordem: primeira a Junta Administrativa de Recurso de Infração (JARI) e a segunda o Conselho Estadual de Trânsito (CETRAN).

De fato, a tranquilidade em dirigir dentro da lei é o melhor a fazer para poupar muitas complicações, além de que quem não recebe pontos por não cometer infração garante outra vantagem: desconto no pagamento do IPVA.

carro.blog.br

O carro.blog.br é um espaço voltado para quem ama as máquinas que nos fazem companhia tanto na rotina do dia a dia quanto na diversão do final de semana.

Vamos Bater um Papo?