Ferrari Purosangue é um SUV de R$ 6 milhões

A Ferrari Purosangue é um SUV que da fabricante italiana de carros de luxo. O nome Purosangue significa "puro-sangue" em italiano, e este veículo é esperado para ser um dos SUVs mais potentes e luxuosos no mercado.
Publicado em Carros dia 2/04/2023 por Alan Corrêa

A Ferrari Purosangue é um SUV que da fabricante italiana de carros de luxo. O nome significa “puro-sangue” em italiano, e este veículo é esperado para ser um dos SUVs mais potentes e luxuosos no mercado.

A Ferrari sempre foi conhecida por seus carros esportivos potentes e elegantes, mas a marca decidiu aventurar-se no mercado de SUVs com o Purosangue.

O CEO da empresa, Louis Camilleri, afirmou que o Purosangue será “como nenhum outro SUV”, e que será um verdadeiro “cavalo selvagem” em termos de desempenho e dirigibilidade.

O motor do Purosangue é posicionado na dianteira, enquanto a caixa de câmbio é montada na traseira, com a unidade de transferência de potência em frente ao motor para criar um sistema de tração integral. Isso garante uma distribuição de peso ideal de 49:51, de acordo com os engenheiros da Ferrari.
O motor do Purosangue é posicionado na dianteira, enquanto a caixa de câmbio é montada na traseira, com a unidade de transferência de potência em frente ao motor para criar um sistema de tração integral. Isso garante uma distribuição de peso ideal de 49:51, de acordo com os engenheiros da Ferrari.

O Purosangue, o primeiro SUV da Ferrari, está disponível para venda no Brasil por quase R$ 6 milhões. A primeira unidade do veículo, que possui uma potência de 725 cv, já foi vendida por R$ 7,2 milhões.

O trem de força é composto por um motor V12 de 6.5 litros que gera 725 cv a 7.750 rpm e 73,1 kgfm a 6.250 rpm, sendo que a Ferrari afirma que 80% do torque está disponível a 2.100 giros. Esse motor é acoplado a uma transmissão de dupla embreagem e oito marchas. Com esse conjunto, o Purosangue é capaz de alcançar a velocidade máxima de 310 km/h, acelerar de 0 a 100 km/h em 3,3 segundos e de 0 a 200 km/h em 10,6 segundos.
O trem de força é composto por um motor V12 de 6.5 litros que gera 725 cv a 7.750 rpm e 73,1 kgfm a 6.250 rpm, sendo que a Ferrari afirma que 80% do torque está disponível a 2.100 giros. Esse motor é acoplado a uma transmissão de dupla embreagem e oito marchas. Com esse conjunto, o Purosangue é capaz de alcançar a velocidade máxima de 310 km/h, acelerar de 0 a 100 km/h em 3,3 segundos e de 0 a 200 km/h em 10,6 segundos.

O Purosangue tem seu motor dianteiro e a caixa de câmbio montada na traseira, com uma unidade de transferência de potência em frente ao motor para criar um conjunto de tração integral, proporcionando uma distribuição de peso de 49:51, que é considerada ideal pelos engenheiros da Ferrari.

O trem de força é equipado com um propulsor V12 de 6.5 litros que gera uma potência de 725 cv a 7.750 rpm e torque de 73,1 kgfm a 6.250 rpm (sendo que 80% do torque é entregue a 2.100 giros, segundo a Ferrari), associado a um câmbio de dupla embreagem e oito marchas.

Em termos de design, o Purosangue apresenta semelhanças visuais com o Roma, como o formato dos faróis e das lanternas, além da linha de cintura ascendente, saída de escape quadrupla e difusor traseiro.
Em termos de design, o Purosangue apresenta semelhanças visuais com o Roma, como o formato dos faróis e das lanternas, além da linha de cintura ascendente, saída de escape quadrupla e difusor traseiro.

Com essa configuração, o Purosangue atinge uma velocidade máxima de 310 km/h, acelerando de 0 a 100 km/h em 3,3 segundos e até os 200 km/h em 10,6 segundos.

Em relação ao seu design exterior, o Purosangue apresenta semelhanças com o modelo Roma, como os faróis e lanternas com o mesmo formato, linha de cintura ascendente, saída de escapamento quadrupla e difusor traseiro.

*Com informações da Ferrari.